Time francês abre oitavas de final contra o Valencia, invicto em casa na competição há nove jogos. Italianos encaram o Celtic e seu "12º jogador"

Ibrahimovic, atacante do PSG
AFP
Ibrahimovic, atacante do PSG

Líderes de suas respectivas chaves na fase de grupos da Liga dos Campeões, PSG e Juventus abrem as oitavas de final nesta terça-feira visitando times que têm mostrado força atuando dentro de casa na competição. Os franceses vão a Espanha enfrentar o Valencia, enquanto os italianos encaram o Celtic na Escócia. Ambas as partidas têm início marcado para as 17h45 (de Brasília).

PSG e Juventus vão conseguir resistir à força dos mandantes? Deixe seu comentário

Jogando dentro de casa, o Valencia não sabe o que é derrota há nove jogos na Liga dos Campeões. A última vez que perdeu foi em setembro de 2010, quando caiu diante do Manchester United por 1 a 0. Nesta temporada, venceu o Lille e o BATE Borisov e empatou com o Bayern de Munique.

Leia mais sobre futebol francês no Le Blog du Foot

Para manter o bom retrospecto jogando em casa e sair na frente na luta pela vaga na próxima fase, o Valencia espera conter o ímpeto do atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, principal jogador do PSG. Pelo menos é isso o que diz o técnico da equipe, Ernesto Valverde.

"É um jogador muito rápido, muito técnico, um jogador que pode levar problemas para qualquer equipe porque, apesar de sua juventude, é responsável. Vem aparecendo bem nos jogos e precisamos prestar atenção nele, foi uma grande contratação do PSG", declarou.

Já o italiano Carlo Ancelotti, treinador do PSG, falou sobre a necessidade de focar na defesa. "Quando se tem um jogador como Ibrahimovic, capaz de marcar em qualquer momento, o importante é achar o equilíbrio defensivo", aproveitando para elogiar o Valencia: "Um grande time, muito compacto e que pressiona em cima".

Os franceses têm problemas para a partida. Enquanto o Valencia não tem desfalques para o jogo, tendo apenas o lateral esquerdo francês Cissokho como dúvida, Ancelotti segue sem poder contar com o zagueiro brasileiro Thiago Silva, além do volante brasileiro naturalizado italiano Thiago Motta. No lugar da dupla, serão escalados o brasileiro Alex na zaga e o jovem italiano Marco Verratti no meio-campo. O inglês David Beckham ainda não tem condições de jogo e não foi relacionado.

Juventus desafia Celtic e seu "12º jogador"

Vucinic: atacante está à disposição na Juventus
Getty Images
Vucinic: atacante está à disposição na Juventus

Campeã italiana na última temporada após nove anos, a Juventus tem como missão nesta temporada voltar a mostrar sua grandeza também na Liga dos Campeões. Por outro lado, o Celtic já mostrou que tem força suficiente para derrubar gigantes no seu estádio. Afinal de contas, em um dos jogos que fez como mandante na fase anterior, derrotou o Barcelona.

O meia Scott Brown reconhece o papel desempenhado pela torcida do Celtic. "Eles vão ser o 12º jogador. Eles nos ajudaram em todos os jogos até agora. No Celtic Park, os torcedores desempenham um papel importante. Estamos tentando fazer uma fortaleza e tornar mais difícil para todos que jogam aqui", declarou.

Leia mais sobre futebol italiano no blog Tripletta

Em meio à dificuldade que se anuncia, a Juventus recebeu uma boa notícia. Após sair lesionado da partida contra a Fiorentina no sábado, o atacante Vucinic está apto para jogar. Ao seu lado, o favorito para ser escalado por Antonio Conte é Matri. Quem também está de volta é o ala esquerdo Asamoah, que disputou a Copa de Nações Africanas pela seleção de Gana.

Um dos principais destaques da Juventus, o goleiro Gianluigi Buffon declarou que todos os jogadores do time estão cientes do clima que encontrarão no estádio do Celtic. Ainda assim, espera que os companheiros consigam suportar a pressão e se impor em campo.

“Sabemos o que nos espera lá. O público certamente pode ajudar e dar um estímulo ao nosso adversário, mas somente até um certo ponto. Até onde eu sei, nenhum torcedor marcou um gol até hoje", afirmou Buffon.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.