Técnico do Atlético-MG ainda não definiu se quer o atacante vindo de trás ou mais a frente no ataque da equipe mineira

Tardelli durante a apresentação no Atlético-MG
Divulgação
Tardelli durante a apresentação no Atlético-MG

Reforço mais importante do Atlético-MG para a temporada 2013, Diego Tardelli chega com moral no Galo, criando uma "dor de cabeça boa" para o técnico Cuca, que terá que encontrar a formação ideal da equipe para escalar o jogador, contratado por quatro anos pelo time alvinegro. O treinador admite que ainda não decidiu em que posição Tardelli vai atuar.

"Ainda não decidi. Se é mais a frente, vindo de trás. Ainda não sei, mas de qualquer forma foi uma grande aquisição que a gente fez", comentou Cuca, que vem escalando o time com Ronaldinho Gaúcho, Jô, Bernard e Araújo na linha ofensiva.

Tardelli garante que estará à disposição de Cuca e pronto para ajudar o Atlético-MG em qualquer setor do campo. "Sempre me dei bem nas beiradas do campo. Pelo lado esquerdo, é uma função que o Bernard vem jogando. Conversei com o Cuca. Mas, para mim, não interfere em nada. Se quiser me colocar na frente ou nas beiradas, não vai mudar. Mas o lugar que gosto mesmo é na esquerda. Não gosto de ficar parado ali na frente", declarou.

A diretoria do Atlético-MG agiu rápido e já regularizou Diego Tardelli, que teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Com isso, o jogador já tem condições de jogo para estrear contra o São Paulo, na primeira partida do Galo pela Libertadores 2013, marcada para a próxima quarta-feira, no estádio Independência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.