Nigéria e Mali se enfrentam em Durban, após eliminarem Costa do Marfim e a anfitriã África do Sul, respectivamente

De um lado, a seleção que eliminou os anfitriões da África do Sul. Do outro, a equipe que tirou a favorita Costa do Marfim. Desta forma, Mali e Nigéria se enfrentam nesta quarta-feira, às 13 horas, no Estádio Moses Mabhida, em Durban, pelas semifinais da Copa Africana de Nações. Além da vaga na decisão, o confronto também marca o renascimento uma seleção nigeriana desacreditada e Mali, que usa o esporte para tentar amenizar uma guerra civil.

Nigéria encara Mali na semifinal da Copa Africana
Getty Images
Nigéria encara Mali na semifinal da Copa Africana

Destaque africano na década de 90, liderada por Okocha e Kanu, a seleção nigeriana chegou à Copa Africana de Nações desacreditada. Nas duas primeiras rodadas, os Super Águias empataram com Zâmbia e Burfina Faso, conquistando a classificação no último confronto, após uma vitória suada, por 2 a 0, sobre a Etiópia. Nas quartas de final, no entanto, a Nigéria surpreendeu e eliminou a favorita Costa do Marfim. Desta forma, a vaga na decisão continental pode marcar o renascimento de uma potência no futebol africano.

Mesmo com a Copa Africana, o futebol não foi a prioridade em Mali nos últimos meses. O país vive uma guerra civil que confronta forças do Governo, apoiadas pelo exército francês, e radicais islâmicos. Neste contexto, o futebol surgiu para amenizar as tensões e vem cumprindo o seu papel. Na primeira fase, Mali fez apenas quatro pontos, mas, assim como a Nigéria, surpreendeu nas quartas de final. Sob o som das tradicionais vuvuzelas, a seleção derrotou a África do Sul nos pênaltis e garantiu a vaga na semifinal.

A seleção que conseguir a vaga na decisão do Continental enfrenta o vencedor de Burkina Faso e Gana, que também jogam nesta quarta-feira, às 16h30 (de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.