Lincoln lamenta lesão de Bottinelli e ressalta histórico ‘limpo’

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Meia do Coritiba deu carrinho por trás no argentino e causou uma grave lesão no companheiro de equipe

Com o clima ainda tenso no Coritiba, o meia Lincoln se pronunciou na noite desta terça-feira sobre o lance que resultou na grave lesão do argentino Darío Bottinelli. Ressaltando seu histórico, o armador se defendeu e garantiu estar muito abalado por ter causado a fratura no meio campista recém-chegado ao Alto da Glória.

Leia mais: Bottinelli sofre fratura em treino e deve desfalcar Coritiba por 90 dias

"Hoje aconteceu o incidente mais triste de toda a minha carreira. Acabei me envolvendo em uma disputa de bola com o Bottinelli, que, por uma fatalidade, fraturou o tornozelo. Mais tarde, recebi a notícia de que ele precisará passar por uma cirurgia. Nada pode ser pior para um jogador do que ser privado de fazer o que mais gosta. Por isso, estou muito triste e abatido, pois em momento algum quis machucá-lo", afirmou Lincoln por sua assessoria de imprensa.

Lembrando de lances em que entradas duras sequer chegaram a machucar gravemente as ‘vítimas’, o meia destacou que nunca havia protagonizado uma jogada como essa e revelou que passou a tarde no hospital com seu companheiro, que vivia a expectativa de estrear pelo Coxa.

"Não sou e nunca fui um jogador violento, muito pelo contrário. O Bottinelli é um cara que admiro muito e tudo o que quero é que ele fique bom logo. Ele terá todo o meu apoio e de todos aqui no Coritiba para que possa voltar logo a nos ajudar. Pedi desculpas pelo ocorrido, mas reitero esse pedido publicamente, pois pequei por excesso de vontade e não por maldade", garantiu o ex-palmeirense.

Leia tudo sobre: coritibalincolndarío bottinelli

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas