Árbitro que revoltou Corinthians e Flu apita estreia carioca na Libertadores

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Juiz colombiano, alvo de polêmicas em 2012, comanda jogo do Fluminense na Venezuela

AE
José Buitrago foi acusado de "caseiro" pelos corintianos na Libertadores de 2012

A escolha do árbitro da estreia do Fluminense na Libertadores de 2013 não agradou a diretoria do clube carioca. A Conmebol apontou o colombiano José Hernando Buitrago para apitar a partida entre Caracas e Fluminense, dia 13, na Venezuela. O árbitro que apitou o polêmico jogo de ida do Flu contra o Boca Juniors, na Bombonera, pelas quartas-de-final da edição do ano passado,

Leia também: Fluminense administra ansiedade da estreia na Libertadores

Buitrago expulsou o lateral-esquerdo Carlinhos naquele jogo em lance discutível e também deixou de marcar um pênalti a favor do Fluminense após Roncaglia colocar a mão na bola dentro da área. Ele ainda  "não viu" uma cotovelada de Clemente Rodríguez em Marcos Júnio.

O Boca venceu aquele jogo por 1 a 0 e, com o empate por 1 a 1 na partida de volta, garantiu vaga na semifinal da Libertadores.

Buitrago já havia sido alvo do furor dos corintianos nas oitavas de final da Libertadores do ano passado. 

Em Guayaquil, no jogo de ida contra o Emelec, Buitrago expulsou Jorge Henrique e inverteu muitas faltas a favor do time equatoriano na avaliação dos corintianos. O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, chegou a chamá-lo de "serial killer". Com atuação destacada de Cássio, o time paulista segurou o 0 a 0 naquele jogo. 

Em 2012, a atuação do colombiano na Bombonera foi tão ruim que até mesmo a imprensa argentina reconheceu que o Boca foi beneficiado por seus erros. O Fluminense chegou a cogitar representação junto à Conmebol para evitar que Buitrago voltasse a apitar jogos da equipe, mas não teve sucesso.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas