Atacante do Fluminense almeja o título do torneio continental, mas ressalta que a conquista será difícil

Completando 21 anos nesta quarta-feira, a uma semana da estreia do Fluminense na Libertadores, Wellington Nem já sabe o que quer ganhar de presente. Disputando a sua segunda edição do continental, o atacante almeja o título da competição para coroar o seu segundo ano como o titular mais jovem do Tricolor.

Wellington Nem quer a Libertadores de presente
Márcio Mercante / Agência O Dia
Wellington Nem quer a Libertadores de presente

“É lógico que eu quero de presente o título da Libertadores. Vai ser difícil, muita gente também quer. Mas quero fazer história com essa camisa, levar essa vaga para o mundial. Vou lutar com os meu companheiros para isso”, afirma o camisa 11.

Antes da estreia na Libertadores, porém, o Flu faz clássico com o Vasco pela sexta rodada doCampeonato Carioca. Caso marque um gol, Nem irá quebrar um tabu pessoal com a camisa tricolor: o atacante nunca marcou gols em três partidas consecutivas pelo Fluminense.

“Vou pedir a Deus que me ilumine e me dê muita saúde e muita força para que eu continue trabalhando e mostrando o meu talento no Fluminense”, conclui o jovem jogador.Desde o início de 2012, quando voltou de empréstimo do Figueirense após ser considerado a revelação do Campeonato Brasileiro do ano anterior, Wellington Nem realizou 50 partidas pelo Fluminense e anotou 11 gols. Neste ano, o atacante tem média de um gol por partida, já que marcou nos duelos contra Botafogo e Olaria, os dois únicos jogos em que atuou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.