Volante da seleção brasileira, titular com Mano Menezes, reconheceu a importância do atacante do Manchester United para a seleção inglesa

Titular da seleção brasileira nos últimos jogos sob o comando de Mano Menezes, o volante Ramires conhece bem a Inglaterra, já que atua pelo Chelsea desde 2010, quando foi contratado junto ao Benfica. Para começar com um triunfo a nova fase da equipe verde-amarela, agora treinada por Luiz Felipe Scolari, o meio-campista reconhece a importância de ficar atento ao atacante Wayne Rooney, do Manchester United, no amistoso com os ingleses, nesta quarta-feira, às 17h30 (de Brasília), em Wembley.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Ramires disputa bola com Pirlo
AP
Ramires disputa bola com Pirlo

"Rooney é uma peça fundamental da Inglaterra e será muito difícil pará-lo. Espero um bom duelo com ele", disse. "No entanto, eles são perigosos em todos os setores, porque o Inglês é o melhor campeonato do mundo e tem muitas estrelas. Este não é apenas um amistoso para nós. Scolari quer retornar com uma vitória e nós desejamos ter nossa oportunidade de ganhar com um novo técnico", completou.

Leia mais: Seleção brasileira é bem recebida pela torcida na chegada a Londres

Aos 25 anos, Ramires já atuou em uma edição da Copa do Mundo em sua carreira, tendo feito parte do grupo que acabou sucumbindo diante da Holanda em 2010, na África do Sul. Presença constante entre os convocados da Seleção Brasileira desde os tempos em que o time nacional era comandado por Dunga, o volante se tornou um dos principais meio-campistas do Campeonato Inglês desde que chegou ao Chelsea.

Para o amistoso desta quarta-feira, outros atletas que atuam na Inglaterra também foram chamados. O zagueiro David Luiz e o meio-campista Oscar, companheiros de Ramires no Chelsea, e o goleiro Júlio César, do Queens Park Rangers, entraram na lista de convocação de Luiz Felipe Scolari, que retorna ao comando do Brasil após o título mundial de 2002.

"Hoje, Brasil e Inglaterra estão em um nível muito semelhante. Há jogadores jovens nas duas equipes e os treinadores são experientes. Isso torna as coisas mais iguais em campo. Para todos os brasileiros que moram em Londres, este jogo será ainda mais especial. Não é um simples amistoso. Considerando o nível dos times, esta partida até poderia ser em uma Copa do Mundo", encerrou.

Brasil e Inglaterra já se enfrentaram em 23 oportunidades, sendo que a equipe verde-amarela acumula larga vantagem no retrospecto. Ao todo, a equipe sul-americana, atual 18ª colocada no ranking da Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa), soma 11 vitórias, nove empates e três derrotas diante do time europeu, que ocupa a sexta colocação na lista da entidade máximo do futebol mundial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.