Jornal francês divulga novo contrato do clube francês com a Emirates Airlines no valor de mais de R$ 330 milhões por cinco anos

O dinheiro no Paris Saint-Germain parece não ter fim. Neste domingo, o jornal francês Le Parisien divulgou a informação de que o clube fechou um novo contrato de patrocínio com a empresa de aviação Emirates Airlines.

Com os investimentos que recebe, o PSG vai disputar títulos importantes? Comente.

Segundo a publicação, o vínculo irá render à equipe 125 milhões de euros (R$ 335 milhões) em um período de cinco anos - valor que o contrato como o maior da história do futebol. O acordo antigo, diz o jornal, pagava ao PSG cerca de 6 milhões de euros (R$ 16,1 milhões) por ano.

Lucas chegou há pouco tempo, mas já é uma das grandes estrelas do milionário PSG
Reuters
Lucas chegou há pouco tempo, mas já é uma das grandes estrelas do milionário PSG

O histórico financeiro do Paris Saint-Germain começou a mudar em junho de 2011, quando o clube foi comprado pelo xeque catariano Nasser Al-Khelaifi. Desde então, o magnata investiu grandes quantias em contratações, levando ao clube o atacante sueco Zlatan Ibrahimovic e o zagueiro brasileiro Thiago Silva.

No meio do ano passado, foi a vez de o meia-atacante são-paulino Lucas ser comprado, por 43 milhões de euros (cerca de R$ 110 milhões nos valores da época). A última cartada de peso de Al-Khelaifi foi dada nesta semana, com a contratação do meia inglês David Beckham.

Tamanho investimento já começa a ter reflexos dentro de campo. O PSG é o líder isolado do Campeonato Francês, com três pontos a mais do que o segundo colocado Lyon, além de estar nas oitavas de final da Liga dos Campeões, etapa em que enfrenta o Valencia. O primeiro jogo está marcado para o próximo dia 12.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.