Técnico do Porto pede tempo para que Liédson retome o ritmo de jogo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante de 35 anos ainda não fez sua estreia no novo clube, mas técnico é paciente com ele

Contratado pelo Porto junto ao Flamengo há uma semana, o atacante Liédson precisa de mais tempo para começar a ser o diferencial no time português. Pelo menos é o que afirmou o técnico Vítor Pereira, lembrando-se de que o jogador chegou ao clube no meio da temporada europeia, pré-temporada no Brasil.

"Liédson veio do Brasil em uma época que o Campeonato Brasileiro estava parado. Chegou quando estava fazendo pré-temporada, enquanto nós estávamos em plena temporada. Pela intensidade dos treinamentos, ele não pode chegar e, logo na primeira semana, mostrar toda a sua qualidade", explicou o treinador.Pereira afirmou que Liédson pode fazer a diferença para os Dragões em 2013, mesmo admitindo que o seu nível técnico decaiu nos últimos anos. "Ele está preparado para ser uma solução de qualidade. Mas não podemos pensar que ele é o mesmo que saiu de Portugal (em 2011)", finalizou o comandante.

No ataque do Porto, Liédson tem as companhias dos colombianos Jackson Martínez e James Rodríguez, dos brasileiros Kléber, Kelvin e Sebá, do ganês Christian Atsu e do português Varela. Por enquanto, a titularidade do ex-corintiano não é certa.

Leia tudo sobre: PortoLiédsonVítor Pereiraportugalfutebol mundial

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas