Por cusparada, Zé Carlos pode ser suspenso por 12 jogos no Criciúma

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Atacante do Criciúma cuspiu no zagueiro André Paulino, da Chapecoense, e foi flagrado por câmeras de TV

O técnico do Criciúma, Paulo Comelli, pode ter um grande desfalque nos próximos dias. Isto porque o atacante Zé Carlos cuspiu no zagueiro André Paulino, da Chapecoense, nesta quarta-feira, foi flagrado pelas câmeras de televisão, deve ser julgado pelo STJD e pode ser suspenso por até 12 jogos.

Gazeta Press
Zé Carlos cuspiu em jogador da Chapecoense

Zé Carlos, que já vai cumprir suspensão automática no próximo sábado por excesso de cartões amarelos, deve ser enquadrado no Artigo 25ª do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), por "cuspir em outrem", que prevê de seis a 12 partidas de suspensão.Com medo de perder o seu principal jogador por boa parte do Campeonato Catarinense, a diretoria do Tigre se antecipou e confirmou a contratação do avançado Giancarlo, que estava na Ponte Preta. O atleta ainda deve passar por exames médicos no Heriberto Hülse antes de assinar contrato.

Na sexta colocação do Estadual, com cinco pontos, o time de Criciúma volta a campo neste domingo, às 17 horas (de Brasília), contra o Juventus, no Estádio João Marcatto, pela quinta rodada da competição.

Leia tudo sobre: Campeonato CatarinenseCriciúmaZé Carlos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas