Diretor do Grêmio mostra preocupação e promete solução após acidente

Por iG São Paulo * |

compartilhe

Tamanho do texto

Eduardo Antonini, no entanto, não dá indícios de qualquer decisão a ser tomada a respeito da continuidade ou não da comemoração da avalanche

O diretor da Grêmio Empreendimentos, Eduardo Antonini, homem responsável pelo gerenciamento da Arena, demonstrou muita preocupação após o acidente ocorrido nesta quarta, durante a vitória sobre a LDU, pela Libertadores. O dirigente não quis dar indícios de qualquer decisão a ser tomada a respeito da continuidade ou não da comemoração da avalanche no novo estádio.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Elano comemora gol do Grêmio. Foto: APAndré Lima tenta o domínio da bola. Foto: APVargas disputa a bola com jogador da LDU. Foto: APTorcedores do Grêmio que caíram da arquibancada são atendidos no gramado. Foto: APTorcedora é carregada após queda de grade na comemoração do gol do Grêmio. Foto: Gazeta PressJogadores do Grêmio entraram em campo com faixa de apoio às vítimas do incêndio em Santa Maria. Foto: Gazeta PressTorcida do Grêmio demonstrou luto pela tragédia em Santa Maria. Foto: Gazeta Press

"Nós sempre quisemos preservar a avalanche, que é uma comemoração tradicional aqui no Grêmio, mas precisamos achar uma solução técnica após esse incidente. Ficamos muito preocupados, mas não dá para falar em tendências sem fazer nenhuma análise. É uma questão de engenharia, temos que ver os relatórios dos peritos para avaliar", afirmou Antonini, que garantiu, no ano passado, que a Arena estava pronta para suportar a avalanche.

Na comemoração, torcedores desceram correndo as escadarias da geral (único setor do estádio sem cadeiras) e parte do alambrado cedeu, ferindo levemente cinco torcedores e levando uma torcedora para o hospital. A avalanche é marca da torcida gremista, que se aglomera atrás de uma das goleiras e desce correndo em direção ao campo cada vez que a equipe marca um gol, desde 2003.

"Não há nenhum ferido com gravidade, mas ficamos muito preocupados com o que aconteceu e essa questão será prioridade total a partir de amanhã (quinta). Vamos tomar as medidas necessárias para que isso não ocorra novamente. Quem vem no estádio tem que ter segurança. Isso precisa ser tratado com muita responsabilidade, mas com técnica, sem tomar decisões de forma irracional", completou o dirigente.

Com a vitória sobre a LDU nos pênaltis, o Grêmio garantiu vaga na fase de grupos da Libertadores, onde enfrentará Fluminense, Huachipato e Caracas. O próximo confronto gremista na Arena será na próxima quarta, contra o São José, pelo Campeonato Gaúcho.

*Com Gazeta

Leia tudo sobre: grêmiolducopa libertadores 2013

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas