Jogador está sem clube desde novembro de 2012, quando rescindiu contrato com o Flamengo após apenas 75 dias de trabalho

Desempregado desde novembro de 2012, quando rescindiu contrato com o Flamengo depois de apenas 75 dias de trabalho, seis faltas a treinamentos e nenhum jogo disputado, o atacante Adriano está na mira do Guarani . Apesar de Isaías Tinoco, gerente de futebol recém-empossado, tratar a negociação com cautela, o presidente Álvaro Negrão está animado com a possibilidade de ter um nome conhecido em cenário internacional para alavancar o marketing do clube.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Se o Adriano quiser e aceitar esse novo projeto, o Guarani estará de portas abertas e faria de tudo para dar certo essa parceria. O Adriano pode dar a volta por cima aqui no Guarani", garantiu Negrão, ao Fox Sports , confirmando a negociação: "O Guarani quer muito o Adriano, é um jogador espetacular. Estamos negociando, vamos conversar e tentar acertar essa contratação".

ADRIANO: Terceira passagem pelo Flamengo terminou sem "volta por cima"

A esperança de Álvaro Negrão é contar com o auxílio de Isaías Tinoco, com quem o Imperador trabalhou no Flamengo. A ideia do Guarani é fazer um contrato de uma temporada de duração para ver se o jogador se adapta no Brinco de Ouro após quase um ano sem jogar oficialmente: "Nós estamos muito empolgados com essa provável contratação. Eu acho que se ele aceitar e vier, vai vir para trabalhar, vai vir sabendo que tem que respeitar o clube e fazer um bom trabalho no Guarani".

Desde que rompeu com o empresário Luiz Cláudio Menezes, o Luca, Adriano não possui mais representantes e cuida sozinho de sua carreira. O último jogo oficial do atacante de 30 anos foi em março de 2012, ainda pelo Corinthians, em clássico contra o Santos. Com o aval do técnico Branco, o Imperador viria para o Bugre para ser peça de marketing na reta final do Campeonato Paulista, mas só reuniria condições de jogo para o Brasileirão da Série C.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.