No Campeonato Goiano, técnico é expulso por chamar juiz de "cabeça de boneca"

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Karmino Colombini, da Aparecidense, inovou na ofensa ao bandeirinha de jogo contra o Crac

O vocabulário de xingamentos dentro de um campo de futebol ganhou novos verbete no último domingo no Campeonato Goiano. A Aparecidense vencia o Crac por 2 a 0, aos 42 minutos do 1º tempo, quando o técnico da equipe, Karmino Colombini, revoltado com uma marcada do auxiliar Márcio Soares, decidiu ofendê-lo. E escolheu o termo "cabeça de boneca" para tal. 

Ofendido, Soares acionou o árbitro da partida, Fabrício Nery. Este não pensou duas vezes antes de cumprir as recomendações da comissão de arbitragem da CBF e expulsou Colombini. Nery relatou tudo na súmula do jogo. 

Reprodução/Site da FGF
Trecho da súmula em que o árbitro Fabrício Nery relata a ofensa de Colombini


A Aparecidense venceu o jogo por 3 a 1 e chegou aos sete pontos, mesma pontuação do Goiás, líder do Campeonato Goiano. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira, e o time da grande Goiânia não poderá contar com seu treinador no banco de reservas por causa de uma "cabeça de boneca".

Leia tudo sobre: goiano 2013goiásaparecidensecrac

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas