Técnico é o quarto que mais comandou o time e se cumprir contrato até o fim, será o segundo

Tite completa neste domingo, contra o Mirassol, no interior paulista, o 200º jogo como técnico do Corinthians. A marca é histórica não só pelas dificuldades que treinadores têm de se firmar em grandes clubes no Brasil, mas principalmente pelas façanhas que o gaúcho de 51 anos conseguiu como o comandante do atual campeão Mundial de Clubes.

Veja fotos da trajetória de Tite no Corinthians

Com a marca alcançada de 200 jogos, Tite entra no hall onde estão apenas quatro técnicos na história de 102 anos do clube. O primeiro é Oswaldo Brandão, com 441 jogos, e praticamente inalcançável. Se o treinador e o clube mantiverem o contrato intacto até o final de 2013, Tite será o segundo com mais jogos pelo clube, ultrapassando Rato (256) e Amílcar Barbuy (240). 

Leia também: Com planos no Rio, Tite espera fechar ciclo corintiano repetindo 2012 em 2013

Depois do jogo contra o Mirassol, serão no mínimo 64 jogos no ano (16 no Paulistão, seis na Libertadores, 38 no Brasileirão, dois na Recopa e dois na Copa do Brasil). O número não considera as partidas que o clube pode fazer se avançar nas competições. Em 2012 o Corinthians fez 76 jogos. 

Tite atingiu o ápice em 2012 com o título mundial
Divulgação
Tite atingiu o ápice em 2012 com o título mundial

Até hoje, em 199 jogos no comando do time, Tite tem 101 vitórias, 57 empates e 41 derrotas, além de 271 gols marcados e 162 sofridos. O aproveitamento é de 61%. Na primeira passagem, entre 2004 e 2005, o técnico salvou o time do rebaixamento em 2004 e terminou o Brasileirão em quinto. No ano seguinte se desentendeu com KIa Joorabchian, então gestor do futebol do clube, e foi demitido. 

Seu retorno aconteceu em outubro de 2010. Andrés Sanchez, então presidente do clube, confiou nele para conduzir o Corinthians na reta final do Brasileirão no ano do centenário. Brigando pelo título até o final, acabou na terceira colocação. Tite, contudo, terminou o ano invicto. 

A partir dali, mesmo sendo eliminado precocemente na Libertadores de 2011, conduziu o clube a um dos períodos mais importantes da sua história com os títulos do Brasileirão 2011 e depois da Libertadores e do Mundial de Clubes no ano passado.

Em dezembro, pouco antes da viagem para o Japão, Tite foi perguntado pelo iG sobre como vê o Corinthians na sua carreira tendo em vista os 200 jogos pelo clube que estava prestes a completar. "Comparar é muito difícil. A consideração e o carinho que tenho aqui pelo Corinthians não retira o que tenho pelos outros onde trabalhei", disse o treinador.

Após o título contra o Chelsea, Tite foi perguntado se aquele feito o colocava como o mais importante técnico da história do clube. "Sei do meu valor, sei do meu trabalho, mas tive o privilégio de ter uma direção que acreditou no meu trabalho nos momentos difíceis. Agradeço ao Andrés (Sanchez) e ao doutor Mário Gobbi. O técnico é a vidraça, mas eles mostraram que podemos trabalhar a longo prazo e fico feliz por ter sido o escolhido", disse Tite.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.