Estádio do Corinthians só será concluído após a Copa do Mundo

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Na visita técnica, a construtora Odebrecht esclareceu que, por causa das estruturas provisórias para a Copa do Mundo de 2014, a arena só ficará pronta após a competição

Imagem da Arena Corinthians, em Itaquera, publicada nesta terça-feira, no twitter oficial do clube. Foto: DivulgaçãoFesta dos 103 anos do Corinthians ocorreu nas obras do estádio de Itaquera. Foto: Mauro Horita/Agência CorinthiansArena Corinthians, vista das arquibancadas. Estádio será o palco do jogo de abertura da Copa 2014. Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iG São PauloPrimeiras cadeiras são instaladas e gramado é demarcado. Foto: Divulgação/OdebrechtEstádio do Corinthians tem mais de 85% das obras concluídas. Foto: Glauber Queiroz/Portal da Copa/MEEstádio do Corinthians já chegou a 85% de obras concluídas. Foto: Getty ImagesEstádio de Itaquera deve ser entregue em dezembro . Foto: Getty ImagesConstrutora concluiu os 20 módulos da cobertura do estádio. Foto: Divulgação/Comitê Paulista da CopaIçamento de módulos da cobertura oeste da Arena Corinthians em março de 2013. Foto: Marcos Favari/OdebrechtOito módulos de cobertura restantes serão instalados no setor oeste até o final do mês de abril. Foto: Marcos Favari/OdebrechtO guindaste responsável pela colocação dos módulos da estrutura metálica da cobertura do prédio leste. O nono, e último módulo do setor, será colocado neste mês.. Foto: OdebrechtArena do Corinthians em Itaquera já ganha cara de um verdadeiro estádio. Foto: OdebrechtVista da arquibancada central da Arena Corinthians, já com sustentação para a cobertura. Foto: OdebrechtObras do estádio do Corinthians em Itaquera. Foto: OdebrechtVista parcial do estádio do Corinthians. Foto: OdebrechtParte final da construção do encontro das arquibancadas. Foto: OdebrechtArquibancadas e a estrutura metálica de sustentação da cobertura. Foto: OdebrechtObras internas do estádio. Na foto, entrada de um dos banheiros. Foto: OdebrechtVista centralizada de parte do local onde ficará o campo do estádio.. Foto: OdebrechtVista parcial das arquibancadas do estádio de Itaquera. Capacidade total durante a Copa de 2014 será de 65 mil lugares. Foto: OdebrechtVista parcial das construções internas do estádio corintiano. Foto: OdebrechtConstrução interna do estádio. Foto: OdebrechtO guindaste responsável pela colocação dos módulos da estrutura metálica da cobertura do prédio leste. O nono, e último módulo do setor, será colocado neste mês.. Foto: OdebrechtTubulações da cobertura do estádio. . Foto: Odebrecht

As obras do estádio do Corinthians, em Itaquera, receberam nesta sexta-feira representantes da Fifa, da Prefeitura de São Paulo e do Governo do Estado. Na visita técnica, a construtora Odebrecht esclareceu que, por causa das estruturas provisórias para a Copa do Mundo de 2014, a arena só ficará pronta após a competição.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O estádio vai ficar pronto até dezembro de 2013. Depois disso, serão necessárias pequenas adaptações a ser feitas. Elas não vão causar nenhum transtorno nas partidas realizadas antes e durante a Copa", disse o diretor de contrato da empreiteira, Antonio Gavioli.

Em 2011, iG revelou que cronograma previa conclusão das obras durante a Copa

A sede da abertura do Mundial estará 92% pronta no momento em que a bola rolar para a estreia do Brasil. No momento, de acordo com o Corinthians e com a Odebrecht, o andamento está na casa dos 62%, o que dá alguma tranqüilidade em relação ao prazo do fim do ano.

Leia mais: Corinthians é time com maior receita fora da Europa

O problema é a grana. A prefeitura disse estar comprometida a agilizar a liberação dos incentivos fiscais de R$ 420 milhões. Segundo a vice-prefeita Nádia Campeão, o primeiro lote, de R$ 156 milhões, está em fase final de aprovação.

Ainda é necessário aprovar o empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). Agora liderada pelo ex-presidente corintiano Andrés Sanchez, a negociação é complicada e envolve garantias em relação à administração do estádio.

Leia tudo sobre: CorinthiansOdebrecht2014Itaqueraigsp

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas