Após boa atuação, Renê Júnior agradece carinho da torcida

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Volante vindo da Ponte Preta é um dos sete reforços santistas para a temporada de 2013

O volante Renê Júnior foi um dos sete reforços contratados pelo Santos para a temporada 2013. Ex-Mogi Mirim e Ponte Preta, o jogador parece estar conquistando a confiança dos torcedores do Peixe, com boas atuações. Tanto que, durante a partida na qual a equipe santista derrotou o Botafogo-SP, por 3 a 0, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, Renê Júnior foi ovacionado pela torcida alvinegra.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Flickr/Santos F.C.
Renê Junior agradece a carinho do torcedor santista

Feliz com o apoio vindo das arquibancadas, mesmo depois de apenas três jogos com a camisa do Santos - vitória sobre Grêmio-SP, em amistoso, e triunfos sobre São Bernardo e Botinha, ambos pelo Paulistão -, o meio-campista agradeceu bastante ao carinho demonstrado pelos torcedores.

Leia mais: Muricy vê evolução e 'banca' André: “Não posso virar as costas

"Fico feliz (que a torcida tenha gritado o meu nome). Essa é a prova de que o trabalho está sendo bem feito. Só tenho que agradecer a torcida do Santos. Esse apoio só me ajuda a render ainda mais. É uma emoção muito grande e espero manter meu trabalho", disse Renê Júnior.

O técnico Muricy Ramalho, que indicou a sua contratação, também está satisfeito com o desempenho do atleta. Além de destacar a eficiência de Renê Júnior nos desarmes, o treinador citou a saída de bola do volante e as alternativas táticas que ele possibilita, dentro de campo, como trunfos importantes para o time santista.

"O Renê se encaixou muito bem. Nós estávamos observando esse jogador desde a época da Ponte. Ele chamou a atenção justamente porque marca forte e sai para jogar, com qualidade. Ele tem um bom passe, que ajuda o time, quando está em dificuldade, a sair lá de trás. Ele nos dá essa opção, encaixando o Cícero e o Arouca como volantes e, desta forma, nós fazemos uma alteração tática sem trocar jogadores", analisou Muricy.

Leia tudo sobre: santosmuricy ramalhorenê júnior

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas