Organizada estendeu faixas nas grades do prédio da federação na zona oeste de São Paulo

Faixa de protesto da torcida do Corinthians em frente à sede da Federação Paulista na zona oeste de São Paulo
Reprodução/Site Gaviões da Fiel
Faixa de protesto da torcida do Corinthians em frente à sede da Federação Paulista na zona oeste de São Paulo

O preço mínimo no valor de R$ 40 para os ingressos dos jogos do Campeonato Paulista motivou um protesto na sede da Federação Paulista na madrugada desta segunda-feira. Membros da Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians, foram ao prédio da FPF na zona oeste da capital paulista e estenderam faixas contra o que consideram um abuso da federação.

Escalada dos preços dos ingressos do Paulistão motivaram o protesto na sede da FPF
Reprodução/Site Gaviões da Fiel
Escalada dos preços dos ingressos do Paulistão motivaram o protesto na sede da FPF

O preço estipulado pela Federação Paulista  é um abuso? Deixe sua opinião

"Estão querendo elitizar o futebol que sempre foi do povo e nós não iremos aceitar. O que queremos são preços justos e que todos consigam frequentar os estádios para assistirem o seu time jogar. Será que é pedir demais?", disse a torcida em nota no seu site oficial.

A estreia do Corinthians no estadual em Jundiaí, domingo, contra o Paulista, teve entradas com o valor mínimo de R$ 50. O preço do ingresso foi definido pelo time mandante, que usou a determinação da federação para majorar o ingresso se aproveitando do maior interesse da população local em receber uma grande equipe de São Paulo no estádio Jaime Cintra.

"E ainda temos que nos sujeitar a estádios sem o mínimo de infraestrutura, banheiros precários, sem opções de alimentação e segurança para esse tipo de evento. É lamentável o tratamento que se dá a nós torcedores, pois pagamos os ingressos e gostaríamos de mais respeito", informou a torcida em seu protesto.

Outra faixa de protesto estendida na entrada da Federação Paulista por torcedores do Corinthians
Reprodução/Site Gaviões da Fiel
Outra faixa de protesto estendida na entrada da Federação Paulista por torcedores do Corinthians


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.