A cúpula do clube parisiense estaria disposta a oferecer ao técnico do time inglês anualmente cerca de 10 milhões de libras (R$ 32 milhões), por um período de três temporadas

Arsène Wenger está desde 1996 no Arsenal
Reuters
Arsène Wenger está desde 1996 no Arsenal

Arsène Wenger e Carlo Ancelotti podem estar próximos de trocar simultaneamente de emprego. Pelo menos é o que garante a edição deste domingo do jornal britânico Daily Mirror .

De acordo com a publicação, o ponto de partida da possível troca é o interesse do Paris Saint-Germain em contar com o francês Wenger à frente da equipe na próxima temporada. A cúpula do clube parisiense estaria disposta a oferecer ao treinador anualmente cerca de 10 milhões de libras (R$ 32 milhões), por um período de três temporadas. Ainda segundo o Daily Mirror , Wenger e o dono do PSG, o catariano Nasser ­al-Khelaifi, são velhos conhecidos, da época em que o treinador comentou jogos em uma emissora do país árabe.

Por outro lado, Ancelotti estaria na mira da diretoria do Arsenal, caso a saída de Wenger se confirme. O jornal lembra que Ancelotti, campeão inglês com o Chelsea na temporada 2009/10, constantemente elogia a filosofia de trabalho dos Gunners. O treinador já estaria consciente, inclusive, que a cúpula do PSG tem a intenção de substituí-lo, embora não tenha recebido nenhuma notificação oficial.

Wenger está no Arsenal desde 1996, conquistando  três vezes o Campeonto Inglês e outras quatro a Copa da Inglaterra. Já Ancelotti chegou ao PSG no ano passado, mas algumas atuações abaixo do esperado vêm colocando o futuro do treinador na equipe em dúvida. Ainda assim, o italiano também tem um currículo vencedor, com a conquista de duas Ligas dos Campeões da Europa e um Campeonato Italiano pelo Milan.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.