Kleina diz que sua missão é fazer time sentir a dor da torcida pelo rebaixamento

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Técnico do Palmeiras acredita que pode fazer jogadores se esforçarem para evitar que o sofrimento de 2012 se repita em 2013

Torcedor com tatuagem do Palmeiras leva as mãos a cabeça e o terço à boca após empate contra o Flamengo. Foto: Futura PressTorcedora palmeirense enxuga as lágrimas de decepção . Foto: Gazeta PressTorcedor chora copiosamente após empate diante do Fla, em Volta Redonda. Foto: Gazeta PressDesolado, Maikon Leite lamenta empate diante do Fla. Atacante perdeu chance incrível no 2º tempo. Foto: Gazeta PressLove marca para o Fla e decreta empate diante do Palmeiras. Foto: Fla ImagemTorcedora palmeirense se desespera com mais um resultado negativo da equipe. Foto: Gazeta PressPalmeirense fica apreensivo durante a partida contra o Flamengo. Foto: Gazeta PressTorcedores do Flamengo exibem caixão fazendo alusão à situação desesperadora do Palmeiras. Foto: Gazeta PressBarcos lamenta gol perdido do Palmeiras. Foto: Futura PressMuro do Palmeiras também já foi pichado, após o empate em 2 a 2 com o Botafogo. Foto: reprodução / TwitterPalmeiras perdeu para o Fluminense no domingo e loja oficial do time foi incendiada em São Paulo. Foto: Gazeta PressImagem mostra interior da loja após incêndio na madrugada desta segunda-feira. Foto: Gazeta PressCorpo de bombeiros foi chamado para apagar as chamas na loja do Palmeiras no bairro Barra Funda, em São Paulo. Foto: Gazeta PressValdivia deita no chão e não esconde frustração com mais uma derrota do Palmeiras. Foto: Gazeta PressTorcedor é contido por segurança em embarque do Palmeiras para Recife. Foto: Gazeta PressTorcedores do Palmeiras manifestam contra possível manobra para evitar eleições diretas no clube. Foto: Gazeta PressJogadores no banco de reservas do Palmeiras demonstram abatimento. Foto: Gazeta PressExpressão de tristeza estampa rosto dos torcedores do Palmeiras. Foto: Gazeta PressTorcedor lamenta desempenho do Palmeiras em campo. Foto: Gazeta PressTorcida do Palmeiras protesta contra o presidente do clube, Arnaldo Tirone. Foto: Gazeta PressTorcida do Palmeiras depreda dependências do estádio. Foto: Gazeta PressChinelo foi atirado no gramado por um torcedor do Palmeiras durante a derrota no clássico contra o Corinthians. Foto: Futura PressUma das cadeiras arrancadas pelos palmeirenses no setor laranja do Pacaembu. Foto: Bruno WincklerApós o jogo, o muro da loja do Palmeiras foi pichado. Foto: Futura PressFuncionário apagou pichação na sede do Palmeiras nesta segunda. Foto: Francisco De Laurentiis / iG São PauloRestaurante de Roberto Frizzo, vice-presidente do clube, foi depredado por palmeirenses. Foto: Futura Press

A pré-temporada do Palmeiras está em seu antepenúltimo dia, e a esperança de Gilson Kleina é que ele tenha conseguido passar aos jogadores o peso do rebaixamento no Brasileiro. Quase todo o elenco participou da fracassada campanha, e o treinador deseja que tenham entendido como o torcedor sofreu com a queda para a segunda divisão.

Gazeta Press
Gilson Kleina comanda treino do Palmeiras

Millonarios recusa R$ 4 mi do Palmeiras por zagueiro panamenho, revela site

"Houve um grande título quando eu não estava aqui e tivemos um término de ano ruim. Esse sentimento tem que ficar. Caímos com um grande, e isso tem que ser revertido", disse o técnico, minimizando o peso da conquista da Copa do Brasil em julho sob o comando de Luiz Felipe Scolari diante do que ocorreu no segundo semestre.

UFC negocia evento na Arena Palestra em 2014 com a WTorre

"Nos meus poucos dias de férias, por onde passei vi o sentimento do torcedor, o que ele espera do Palmeiras em 2013. É uma responsabilidade que já está dentro de mim. Não vamos repetir os erros do ano passado", completou o treinador, à frente da equipe nas 13 últimas rodadas da liga nacional.

No convívio diário com os jogadores, que se concentraram em um hotel entre os treinamentos na Academia de Futebol, Kleina espera que todos tenham entendido a importância de se ter responsabilidade nesta temporada. O recado inclui cuidados fora de campo, mesmo durante a folga.

"Acontecem problemas em outros clubes, mas aqui tende a vazar mais. O que é importante é ter uma relação de verdade com os jogadores e avaliar o desempenho e também o extracampo. Os jogadores têm que participar do que gosta e prefere fazer, mas no momento adequado", definiu o comandante, elogiando seus atletas.

"Os jogadores que fazem parte deste elenco são ou terão condições de serem selecionáveis em seus países se todos resgataram o futebol convivendo com vitórias. Este é o sentimento de grande clube", definiu, ressaltando que a diretoria tem feito sua parte, ao menos, pagando os salários em dia.

"Você não tem que se sentir desvalorizado, mas com um orgulho muito grande de trabalhar no Palmeiras. Não é mérito, mas o Palmeiras está religiosamente em dia com premiações, deveres e compromisso. Não há problema nenhum neste sentido financeiro", comentou.

Leia tudo sobre: palmeiraspaulistão 2013gilson kleina

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas