Com dores, Cortez, Fabrício e Maicon desfalcam o treino do São Paulo

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O lateral esquerdo Igor, o meia Bruno e o atacante Caíque, todos do sub 15 do clube, tiveram que participar das atividades com os profissionais

Três jogadores desfalcaram o treinamento tático do São Paulo na manhã desta terça-feira, no CT de Cotia. Por acusarem dor, o lateral esquerdo Cortez (músculo adutor da coxa direita), o volante Fabrício (panturrilha esquerda) e o meia Maicon (tendinite no joelho esquerdo) foram liberados da movimentação em campo.

E mais: Ganso planeja usar lições aprendidas no Santos para superar o Bolívar

A princípio, o trio não preocupa os médicos, devendo ficar à disposição para o jogo-treino desta quarta-feira, contra o Red Bull, o último antes da estreia no Campeonato Paulista, no domingo, diante do Mirassol, no Morumbi.

Site oficial
Fabrício mal se recuperou de lesão e já sente dores

Chama atenção, porém, a dificuldade de Fabrício em manter uma sequência de trabalhos. Contratado no ano passado, o volante disputou apenas quatro partidas com a camisa tricolor. No segundo semestre, ficou em recuperação de cirurgia no joelho esquerdo. Na atual pré-temporada, ele tem realizado, na maioria das vezes, atividades físicas longe do grupo.

Em razão do elenco reduzido neste período de preparação, já que Negueba se lesionou e outros atletas jovens disputam outras competições - cinco estão na Copa São Paulo de Futebol Júnior, e o atacante Ademilson está a serviço da Seleção Brasileira sub-20 -, a comissão técnica subiu três garotos de última hora para o treino.

O lateral esquerdo Igor, o meia Bruno e o atacante Caíque, todos do sub-15, categoria que também se prepara em Cotia, integraram a equipe reserva no trabalho tático de 20 minutos comandado pelo técnico Ney Franco e, depois, também participaram de um rachão.

A única mudança no time titular foi a entrada de Thiago Carleto na vaga de Cortez. A escalação completa, desenhada novamente com losango no meio-campo, foi Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rhodolfo e Carleto; Wellington; Denilson, Jadson e Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano.

Já a equipe de baixo teve Denis; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Igor; João Filipe, Casemiro, Bruno e Cañete; Caíque e Aloísio.

Leia tudo sobre: cortezfabríciomaiconsão paulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas