Valdivia corre ao lado de dispensado enquanto elenco treina com bola

Por Gazeta |

compartilhe

Tamanho do texto

Além de ser multado, o chileno fez trabalho nesta segunda-feira separado do grupo ao lado de Fabinho Capixaba, lateral-direito que não está nos planos de Gilson Kleina

Gazeta Press
Valdivia faltou nos primeiros treinos do Palmeiras em 2013

Valdivia se apresentou ao Palmeiras com quatro dias de atraso e trouxe exames que realizou em uma clínica em Santiago, onde diz ter treinado por duas semanas. Mas os documentos não parecem ter aliviado sua vida. Além de multado, o chileno fez trabalho nesta segunda-feira separado do grupo ao lado de Fabinho Capixaba, lateral direito que não está nos planos de Gilson Kleina.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com exceção de Maikon Leite, internado com fortes dores abdominais, os outros 20 jogadores do elenco principal fizeram rápida atividade física e, na sequência, trabalharam bastante com bola, alternando exercícios técnicos e táticos em campo reduzido e em 75% do gramado principal da Academia de Futebol.

No campo ao lado, Valdivia buscava fôlego. Primeiro, deu voltas no gramado, assim como Fabinho Capixaba. Depois, ambos correram com paradas repentinas e desvencilhando de alguns cones colocados pelo preparador Marco Aurélio Schiavo. O meia que garante ter treinado nas férias suava e demonstrava intenso cansaço.

Leia mais: Assunção explica saída do Palmeiras, chora e revela dívida antiga do clube

Valdivia prometeu explicar seu caso em entrevista coletiva depois do treino da tarde desta segunda-feira. O Mago garante que passou as duas últimas semanas treinando e fazendo exames na Clínica MEDS, que divulgou fotos e encaminhou os resultados ao Palmeiras. Ele disse ter a intenção de evitar tantas lesões nesta temporada. Ao mesmo tempo, foi divulgado um vídeo seu ao lado da esposa e do cunhado cantando uma música de adeus com camisas do Palmeiras ao fundo.

O meia deveria ter se reapresentado como todo o grupo na quinta-feira, mas não apareceu e só se comunicou com o gerente de futebol na sexta-feira, através de um SMS, e depois deu um telefonema no sábado, argumentando com seus trabalhos na clínica em Santiago. Cumpriu sua promessa de aparecer nesta segunda-feira e foi multado pelos quatro dias de atraso.

Veja também: Dono de 36% de Valdivia se irrita: "É um mau-caráter, não vale nada"

O camisa 10 não entra em campo desde 6 de outubro, quando machucou o joelho esquerdo em derrota para o São Paulo. O jogador não só foi desfalque na reta final da luta contra o rebaixamento como não fez gol nem deu assistência no Brasileiro em que a equipe caiu para a segunda divisão. A torcida o xingou bastante, considerando-o um dos principais vilões da queda.

Leia tudo sobre: valdiviapalmeiras

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas