Médico do São Paulo prevê que o tempo de recuperação do atacante será de no mínimo seis meses. Data da cirurgia ainda não foi marcada

O atacante Negueba, apresentado na última sexta-feira, ficará seis meses longe do futebol
Divulgação/Site oficial do São Paulo
O atacante Negueba, apresentado na última sexta-feira, ficará seis meses longe do futebol

O atacante Negueba mal chegou e já se tornou a primeira baixa do São Paulo para a temporada de 2013. Neste sábado, quando participava de um treino no Centro de Formação de Atletas de Cotia, o jogador sofreu uma entorse no joelho direito. Após ser examinado pelos médicos, constatou-se uma ruptura no ligamento cruzado anterior e segundo o médico do clube, José Sanchez, ele deverá ficar no mínimo seis meses em recuperação. Negueba precisará passar por cirurgia, mas a data ainda não foi definida pelos médicos do São Paulo. 

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Após sofrer o entorse, Negueba deixou o gramado do CT de Cotia er foi encaminhado para um laboratório em São Paulo, onde passou por uma ressonância magnética, que constatou a ruptura do ligamento. O jogador iniciou o processo de fisioterapia ainda neste sábado, após retornar ao CT de Cotia.

Veja também: Reforço menos badalado, Negueba é nomeado "Príncipe" no São Paulo

Como Negueba tem seus direitos vinculados ao Flamengo - ele chegou por empréstimo ao São Paulo até o final de 2013 -, os dirigentes são-paulinos comunicaram o ocorrido ao clube carioca ainda no sábado. O vice-presidente de futebol João Paulo de Jesus Lopes conversou com Paulo Pelaipe, diretor executivo do Flamengo, e garantiu que o São Paulo dará todo respaldo ao atleta.

Negueba seria uma das apostas de Ney Franco como opção para o ataque do São Paulo neste começo de temporada em 2013. O treinador trabalhou com o atacante nas categorias de base da seleção brasileira. Em sua apresentação, foi apelidado de "Príncipe" por Jesus Lopes.

A lesão sofrida pelo atacante é a mesma que deixou o volante Wellington afastado por cinco meses no ano passado.A previsão da volta de Negueba é de um mês a mais, mas o médico do Tricolor não se assusta com o risco de passar pelo mesmo drama de 2012.

Leia também: ‘Descobrir’ Bolívar é a principal missão do São Paulo em Cotia

"Isso é coisa do futebol. A lesão dessa forma é rara de acontecer, porque o Negueba é um jogador rígido, que estava em um campo excelente, mas prendeu o pé e torceu. Esse é o risco que a atividade impõe. Ele nunca havia tido problemas segundo o histórico médico e nem realizado ressonância magnética, por isso até estranhou. Mas aconteceu, tem que enfrentar", garantiu Sanchez.

Nos próximos dias, Negueba seguirá o tratamento no Reffis, mas sem forçar para que não haja piora no quadro. O processo, chamado de "esfriamento" por Sanchez, deve seguir até terça-feira, quando há a possibilidade de ocorrer a intervenção cirúrgica. O departamento médico do São Paulo espera contar com o jogador já operado no fim da semana que vem, para iniciar o processo definitivo de recuperação e deixá-lo à disposição com um prazo até menor que os seis meses estipulados.

Veja as principais contratações no futebol brasileiro para a temporada 2013:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.