Presidente do Atlético-MG reclama da Minas Arena, que administrará o novo Mineirão, e quer mostrar ao governador Antônio Anastasia números justificando sua queixa

Alexandre Kalil reclama do contrato da Minas Arena para poder jogar no Mineirão
Bruno Cantini / Divulgação
Alexandre Kalil reclama do contrato da Minas Arena para poder jogar no Mineirão

O presidente do Atlético-MG , Alexandre Kalil, voltou a frisar que seu time não vai atuar no Mineirão até que algumas disparidades sejam corrigidas. O primeiro jogo do novo estádio será o clássico com o Cruzeiro , no dia 3 de fevereiro, e o mandatário celeste já disse que terá torcida única cruzeirense. Kalil não aceita o que vem sendo proposto pela Minas Arena, empresa que vai administrar a praça desportiva. Para o dirigente atleticano, o clube tomaria prejuízo atuando no novo Mineirão.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"O Mineirão não é dos mineiros. O Atlético-MG e o Cruzeiro são dos mineiros. O Mineirão é de uma empresa privada que quer liquidar o futebol mineiro. A brincadeira é algo em torno de R$ 3 bilhões. Estou dizendo porque estudamos os números. Estamos marcando com o governador para mostrar o horror que é o contrato que estão oferecendo no Mineirão", disse Kalil em entrevista à Rádio Itatiaia .

Veja também:  Reabertura do Mineirão terá clássico com uma torcida, diz presidente do Cruzeiro

O presidente alvinegro quer conversar com o governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, para apresentar os números, que, segundo Kalil, são absurdos. "Eu já estou marcado com o governador. Vamos ter uma reunião. Vou mostrar os números. Tenho todos os dados, só não revelo por respeito ao governador", declarou.

Kalil ainda citou o contrato do Cruzeiro com a Minas Arena, afirmando que terá que haver mudanças para que os dois principais clubes da capital tenham condições iguais para atuar no Mineirão. "A torcida do Cruzeiro pode ficar tranquila, porque esse contrato pífio que foi feito com o Cruzeiro será modificado também. O que será feito para o Atlético-MG será feito para o Cruzeiro", garantiu.

Questionado sobre os jogos do Galo na Copa Libertadores, Kalil afirmou que o Atlético-MG vai atuar no Independência. "Quero avisar para todo mundo que está comprando camarote. O Atlético-MG não vai jogar no Mineirão. Eles estão mentindo. Mandaremos todos os jogos no Independência que, inclusive, já possui novos camarotes", concluiu.

* Com Gazeta Esportiva


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.