Técnico se irritou com falta de de Balotelli em companheiro, pediu que ele deixasse o campo, mas o jogador se negou. Depois disso, foi empurrado para fora pelo treinador

Jornal Daily Mail mostra fotos da confusão entre Balotelli e Mancini
Reprodução/Daily Mail
Jornal Daily Mail mostra fotos da confusão entre Balotelli e Mancini

A confusão entre o treinador do Manchester City, Roberto Mancini, e o atacante Mario Balotelli tomou conta do noticiário da imprensa mundial na última quinta-feira. No entanto, o conflito entre os italianos não ocasionará punição ao centroavante. Em entrevista concedida nesta sexta-feira, o técnico da equipe inglesa explicou o porquê do desentendimento com seu compatriota e minimizou o fato.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

"Não foi tão mau quanto surgiu nos jornais. Estávamos disputando um jogo durante o treino e Balotelli atingiu um companheiro (Scott Sinclair). Pedi para que ele deixasse a atividade, mas ele disse não. Depois, agarrei seu colete e o empurrei para fora do gramado. Foi isso que aconteceu, nada de especial", afirmou.

Leia mais:  Balotelli e Mancini trocam empurrões durante treino do City

Autor de um gol em 13 partidas no Campeonato Inglês nesta temporada, Balotelli já se envolveu em diversas confusões desde que chegou ao Manchester City, em 2010. Em março de 2011, o atacante italiano foi multado em 100 mil libras (cerca de R$330,9 mil) por atirar dardos em companheiros da equipe juvenil. No mesmo ano, precisou ficar hospedado em um hotel após incendiar sua casa em tentativa de soltar fogos de artifício.

O polêmico comportamento do atacante italiano gerou dúvidas em relação ao futuro do atleta na equipe inglesa. Balotelli chegou a ser cotado para reforçar o Milan nesta janela de transferências do futebol europeu, mas o presidente do clube rubro-negro, Silvio Berlusconi, afirmou que não confia no caráter do centroavante e descartou a negociação.

"É verdade. Durante dois segundos, mas três ou quatro segundos depois já não. Ele não queria sair do treinamento, mas não foi nenhuma luta. São coisas que acontecem", encerrou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.