Aos 32 anos e considerado um dos jogadores mais vitoriosos da história recente do clube, defensor não vivia boa fase no Beira-Rio

Bolívar se despede do Inter
Gabriel Cardoso
Bolívar se despede do Inter

Um dos jogadores mais vitoriosos da história do Internacional, o zagueiro Bolívar não pertence mais ao clube gaúcho. Na manhã desta quinta, o General, como é conhecido, assinou a rescisão de seu contrato com o Inter. Agora, ele está livre para negociar sua ida a qualquer clube que esteja interessado em seu futebol. O Grêmio, clube no qual Bolívar foi formado, nega qualquer interesse.

Bolívar vai deixar saudades no Inter? Deixe seu comentário

Aos 32 anos, Bolívar encerrou em 2012 sua nona temporada no Internacional. Sua estreia ocorreu em 2003. Somente entre 2006 e 2008, o defensor esteve fora do Beira-Rio - atuou pelo Monaco, da França. Foram 334 jogos e 10 gols marcados no período, além de 11 títulos (cinco estaduais, duas Libertadores, duas Recopas e uma Sul-Americana).

Depois de desempenho destacado na campanha do bi da Libertadores, em 2010, Bolívar sofreu uma queda de rendimento após a derrota para o Mazembe, no Mundial do mesmo ano. Em 2011, perdeu a titularidade para Rodrigo Moledo. Reserva na maior parte do tempo em 2012, o defensor envolveu-se em uma polêmica com o então técnico Fernandão no fim do ano e foi afastado do elenco, passando a treinar em separado do restante do grupo.

Para 2013, o Internacional contará com Índio, Rodrigo Moledo, Juan, Jackson e Ronaldo Alves para a defesa. O clube não deve contratar reforços para a posição. A pré-temporada colorada começa nesta quinta e vai até o dia 24.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.