De acordo com o que foi divulgado pelo clube, o regime de concentração integral durará até o dia 17, três dias antes da estreia no Campeonato Paulista

O Palmeiras optou por realizar em São Paulo sua pré-temporada, mas isso não significa mais liberdade aos jogadores. O elenco se reapresentou na tarde desta quinta-feira com portões fechados para a imprensa e soube que ficará enclausurado em um hotel a partir de segunda-feira.

De acordo com o que foi divulgado pelo clube, o regime de concentração integral durará até o dia 17, três dias antes da estreia no Campeonato Paulista, diante do Bragantino, no Pacaembu. Um hotel na zona norte de São Paulo abrigará o elenco do técnico Gilson Kleina. A atividade da manhã desta sexta-feira será a primeira com acesso liberado aos jornalistas.

Antes mesmo de segunda-feira, os atletas terão sua alimentação controlada. A partir desta sexta-feira, os treinos serão realizados em dois períodos, na manhã e na tarde, e, entre eles, a delegação partirá para o hotel não só para almoçar, mas também para descanso.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Se no ano passado a equipe, então sob o comando de Luiz Felipe Scolari, enfrentou e venceu o Ajax em amistoso no Pacaembu, em 2013 terá pela frente adversários menos badalados antes de estrear no Paulista. Dois jogos-treino ocorrerão entre os dias 13 e 17, mas ainda sem oponentes definidos.

Kleina inicia a temporada com elenco reduzido, mesmo tendo que disputar o Paulista, a Libertadores, a Copa do Brasil e a Série B do Brasileiro. Foram dispensados 20 jogadores e a diretoria só contratou até agora o goleiro Fernando Prass, ex-Vasco, e o lateral direito Ayrton, ex-Coritiba, além de promover os retornos dos volantes Wendel e Souza, que estavam emprestados para Ponte Preta e Náutico, respectivamente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.