Torneio foi suspenso em fevereiro de 2012 depois da morte de 74 torcedores em massacre com motivação política em partida entre Al Masry e Al Ahly, em Port Said

Torcedores do Al Ahly exibem faixa em memória aos 74 mortos no Massacre de Port Said
Reprodução
Torcedores do Al Ahly exibem faixa em memória aos 74 mortos no Massacre de Port Said

O Campeonato Egípcio será retomado a partir do próximo dia 2 de fevereiro. O torneio está interrompido há quase um ano, desde a tragédia de Port Said, quando 74 torcedores foram mortos em confronto durante partida entre o Al Ahly e o Al Masry, em Port Said.

Deixe seu recado e comente esta notícia

O presidente da federação egípcia, Gamal Alam, anunciou ainda que vai chamar os familiares das vítimas e os dirigentes dos clubes para uma reunião, agendada para 12 de janeiro, com o objetivo de organizar um evento em memória pelos mortos.

Para autorizar o reinício do campeonato, as autoridades egípcias exigiram que as partidas sejam disputadas sem público e com a presença das forças armadas dentro dos estádios. 

Vítima da tragédia por ter torcedores que se envolveram na derrubada do ditador Hosni Mubarak, o Al Ahly, último representante africano no Mundial de Clubes, divulgou comunicado que não concorda com o reinício do campeonato nacional no país até que os culpados pela tragédia sejam condenados. Aproximadamente 75 pessoas estão sendo julgadas pelo incidentes.

Veja fotos da partida entre Al Ahly e Corinthians no último Mundial de Clubes


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.