Walcott honra presença de Henry e comanda goleada do Arsenal

Com ídolo francês na arquibancada, jovem atacante marca três gols na maiúscula vitória sobre o Newcastle

Gazeta |

AP
Walcott comemora com Giroud um de seus gols na vitória sobre o Newcastle

Com um sonoro 7 a 3 neste sábado sobre o Newcastle, o Arsenal consolidou o embalo no Campeonato Inglês. E a quarta vitória seguida do time de Arsene Wenger veio com a marca da camisa 14, eternizada por Thierry Henry e, hoje, de Theo Walcott. O atacante de 23 anos marcou três gols - o último deles, uma pintura - e ainda deu duas assistências.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

Henry, maior artilheiro da história do clube inglês, esteve nas arquibancadas do Emirates e aplaudiu a performance estupenda de Walcott. Alex Oxlade-Chamberlain, Lukas Podolski e Olivier Giroud, duas vezes, completaram o placar. Pelo Newcastle, Demba Ba, com dois gols, e Marveaux marcaram.

Com o resultado, o Arsenal vai aos 33 pontos no Inglês e, com uma partida a menos - o duelo contra o West Ham pela última rodada do primeiro turno foi adiado - reacende as chances de brigar por uma vaga nas competições europeias. O Newcastle perdeu a segunda seguida e segue em baixa, com 20 pontos, a três da zona de descenso.

Leia mais sobre a última rodada do ano na Inglaterra

Na próxima rodada, o Arsenal põe a boa fase à prova diante do Southhampton, fora de casa, enquanto o Newcastle recebe o Everton para tentar reagir.

Os Gunners  abriram a contagem aos 20 minutos da etapa inicial, com Walcott. O atacante conseguiu evitar a linha de impedimento da zaga do Newcastle, e, após ótimo lançamento de Podolski, tocou na saída do goleiro Krul. Nas arquibancadas, Thierry Henry vibrou com o gol.

Quando tudo levava a crer que o Arsenal desceria aos vestiários com a vantagem de 1 a 0, uma falta desnecessária de Sagna sobre Obertan permitiu a segunda mudança no placar. Demba Ba disparou de longe, contou com um desvio em Wilshere e marcou, aos 43 minutos, o empate dos Magpies .

Depois do intervalo, o Arsenal voltou melhor e logo desempatou a partida. Podolski aproveitou vacilo dos rivais em cobrança de lateral, roubou a bola e tocou para Oxlade-Chamberlain, que só teve o trabalho de tirar de Krul.

De novo sobre Sagna, Obertan chegou ao fundo e cruzou na segunda trave, onde estava Marveaux para completar, aos 13 minutos. No outro lado do campo, o goleiro alvinegro fazia boas defesas e segurava a blitz dos donos da casa.

A defesa falhou mais uma vez e permitiu ao Arsenal fazer 3 a 2. Wilshere interceptou um passe na intermediária, invadiu a área e tocou de cavadinha sobre Krul. Coloccini cortou parcialmente de cabeça, mas a bola foi na direção de Podolski, que testou firme para o chão para marcar.

Em dez minutos, o Emirates viu o terceiro gol e mais um empate dos valentes visitantes. Marveaux chegou à linha de fundo e colocou na medida para Demba Ba marcar o segundo dele, aos 23 minutos do etapa complementar.

Como se o 3 a 3 não fosse suficiente, o Arsenal marcou o quarto gol, aos 27. Sempre dos pés de Podolski, o lançamento chegou a Gibbs pela esquerda. Após o corte e a tentativa de devolução, a bola ficou com Walcott, que dominou, girou e bateu firme no ângulo, anotando o segundo dele.

O gol pareceu abater o Newcastle, que não conseguiu mais forçar o jogo e se limitou a rebater a pressão adversária. Giroud, que entrou no fim da partida, marcou dois gols que decretaram a goleada em Londres.

No primeiro, o inspirado Walcott tabelou com Sagna e cruzou para o peixinho do francês. Aos 43, Giroud recebeu mais uma vez do camisa 14 e bateu firme de perna direita, sem chances para Tim Krul.

Para fechar com chave de ouro, o camisa 14 arrancou mais aplausos de Thierry Henry. Depois de se livrar de três na linha e fundo e escapar de um pênalti, Walcott deu uma linda cavadinha, sacramentando o placar.


    Leia tudo sobre: ArsenalWalcottThierry Henryinglaterrafutebol mundialnewcastle

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG