Substituído por Paulo Pelaipe, dirigente foi convidado a ficar, mas na função de gerente de futebol e com salário reduzido

O Dia

Zinho chegou ao Flamengo em maio de 2012
Vipcomm
Zinho chegou ao Flamengo em maio de 2012

Com contrato até o dia 31, ele não aceitou renovar o vínculo, deu a resposta negativa à nova diretoria do clube nesta quinta-feira e confirmou a decisão de deixar o Fla ao ATAQUE. Zinho vai dar coletiva na manhã de sexta, no Ninho do Urubu, para se despedir e dar mais detalhes sobre sua saída.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Com a eleição de Eduardo Bandeira de Mello, a nova gestão rubro-negra contratou Paulo Pelaipe para o cargo de diretor-executivo, função exercida por Zinho neste ano. O dirigente foi convidado a ficar, mas na função de gerente de futebol e com salário reduzido.

Zinho participou da transição com a nova gestão e passou detalhes do planejamento do clube, como pré-temporada, situação contratual de jogadores e até de reforços.

Ex-jogador do Flamengo, Zinho chegou ao clube em maio para ser homem-forte do futebol. De cara, ele teve de encarar a crise com Ronaldinho. Depois, ainda se desgastou no Caso Adriano. Zinho acumulou funções no Fla e foi elogiado no cargo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.