Meia revelado pelo Grêmio acena positivamente para um acordo com os cariocas e espera por liberação do Rubin Kazan até a sexta-feira

Carlos Eduardo foi revelado em 2007 pelo Grêmio
Gazeta Press
Carlos Eduardo foi revelado em 2007 pelo Grêmio

O meia Carlos Eduardo parece disposto a voltar para o Brasil de qualquer jeito. Depois de dizer que a sua vontade de morar em Porto Alegre seria decisiva para qualquer negociação, o atleta do Rubin Kazan acenou positivamente para um acordo com o Fluminense e garantiu que atuar pelo tetracampeão brasileiro seria um sonho.

Qual vai ser o time de Carlos Eduardo em 2013? Deixe seu palpite

"Estou esperando a liberação do meu time, creio que até sexta-feira pode sair. É um sonho jogar no Fluminense, tem um grande elenco, é o atual campeão brasileiro", comentou o jogador, em entrevista concedida à Rádio Brasil .

Com a possibilidade de se unir a Deco, Thiago Neves e Fred na próxima temporada, Carlos Eduardo estende a novela envolvendo a sua contratação para outros clubes. O jogador tentará entrar em acordo com o Rubin Kazan para estender o seu contrato por mais um ano e acertar o seu empréstimo até o fim de 2013 para algum time brasileiro.

"Tudo ajuda. O Fluminense tem um elenco sensacional. É um clube muito grande e jogar ao lado de jogadores como Deco e Fred ajudaria muito. Seria maravilhoso jogar ao lado deles. Minha ideia é de buscar títulos. O Fluminense tem elenco para chegar. É claro que seria um caminho mais fácil", pontuou o entusiasmado atleta.

Após manter conversas com os dois times gaúchos, Carlos Eduardo gerou revolta no Inter após ter um vídeo dos seus tempos de torcedor do Grêmio divulgado nas redes sociais. O meia zomba da derrota para o Mazembe nas semifinais do Mundial de Clubes de 2010 e reforça todo o seu amor gremista. A brincadeira não foi bem recebida pela diretoria do Inter e também será levada em conta em uma futura negociação.

Já o Grêmio se mantém contido no mercado de transferências e não dá indícios de qual será a sua postura caso o armador seja realente liberado pelo Rubin Kazan. O time tentou a sua negociação no início do ano e foi frustrado pelos russos depois de insistir apenas em seu empréstimo. Agora, os europeus querem o negócio temporário para Carlos Eduardo retornar à seleção brasileira e se valorizar antes de ser envolvido em uma provável venda.

*com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.