Ainda sob o comando de Patrícia Amorim, diretoria do Flamengo quitou as suas pendências com os funcionários do clube, mas os jogadores seguem com atrasos salariais

A crise financeira que afeta o futebol carioca ganhou mais um episódio neste fim de semana. Diante de todas as mudanças políticas e estruturais nos bastidores, o Flamengo conseguiu fazer um acordo e quitou as suas pendências com os funcionários do clube. A diretoria arcou com os ordenados do mês de novembro e depositou o restante do 13º salário.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Patrícia Amorim deixará a presidência do Flamengo em janeiro de 2013
Vipcomm
Patrícia Amorim deixará a presidência do Flamengo em janeiro de 2013

O pagamento dos funcionários, porém, não se aplica aos jogadores. Os atletas não recebem em dia desde outubro e cobram dos dirigentes o atraso nas premiações prometidas pela gestão de Patrícia Amorim. O time havia feito um acordo interno com a cúpula rubro-negra para que tudo fosse quitado até o fim de novembro. Mesmo assim, o acerto não veio.

Leia mais: Após sumiço, Zinho pede seis dias para decidir se fica no Flamengo

O clube já sofre com penhoras na Justiça por conta de suas dívidas e perdeu aproximadamente R$ 27 milhões nos últimos dias. O dinheiro foi bloqueado por conta de pendências tributárias e ficará retido até o Flamengo apresentar garantias e comprovantes do pagamento de todas as suas necessidades.

Com o término da gestão de Patrícia Amorim, a nova diretoria deverá fazer coro para que as cotas referentes aos direitos de imagem e patrocínio sejam adiantadas neste fim de ano. A medida seria a salvação do ano rubro-negro, já que auxiliará no equilíbrio das finanças internas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.