Empresário diz que Pato quer jogar no Corinthians: "É como Barça e Real"

Gilmar Veloz destaca carinho pelo clube e respeito antigo por Tite como ingredientes que podem facilitar acerto com o atacante

iG São Paulo * |

AFP
Alexandre Pato, atacante do Milan

Na tentativa do Corinthians em trazer o Alexandre Pato, um fator decisivo pesa a favor da equipe brasileira. O empresário do atacante, Gilmar Veloz, revela que o jogador do Milan deseja atuar no atual campeão da Libertadores e do Mundial, e o próprio agente ressalta a vontade de ver o cliente com a camisa corintiana.

"Tem todos os ingredientes. Quem não quer o Corinthians? O Corinthians está como Barcelona, Real Madrid e grandes clubes do mundo", disse Veloz à rádio Estadão/ESPN , lembrando que ele e Pato estiveram no Pacaembu em 4 de julho para ver o time derrotar o Boca Juniors na final da Libertadores.

Pato seria uma boa para o ataque do Corinthians? Deixe seu comentário

"O Pato tem um carinho e um respeito muito grande pelo Corinthians. Não é de hoje que é um admirador muito grande do clube, tanto que fomos ver a final da Libertadores. Além de ter um respeito muito grande pelo Tite. Se houver a possibilidade, obviamente ele vai estudar com muito carinho e respeito", prosseguiu.

A rede de televisão italiana Sky Sports  divulgou na segunda-feira a venda do atacante ao Corinthians por cerca de 15 milhões de euros (cerca de R$ 42 milhões). Nenhum dos clubes confirmou, mas o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, chegará na próxima semana ao Brasil para passar férias e tratar do negócio com o Timão.

Veloz já avisa: o acerto ocorrerá sem dificuldades, mesmo que seja por empréstimo. "É um negócio fácil porque o jogador tem um ano e meio de contrato. Mas tem que esperar oficializar a proposta ou o interesse para falarmos oficialmente de uma coisa concreta. Por enquanto, estamos trabalhando na especulação", falou Veloz, que também é empresário de Tite e demonstra ansiedade por ver os dois clientes juntos.

"O Corinthians é um clube grande, que acabou de ser bicampeão mundial e está se reestruturando. Se tiver a oportunidade e as coisas forem se concretizando, vai ser para o jogador uma coisa muito importante vir para um dos maiores clubes do Brasil. Ele quer vir e trabalhar no Brasil com outros grandes jogadores que estão aqui. Será importante. Tomara que se concretize", declarou.

*com Gazeta

    Leia tudo sobre: CorinthiansAlexandre PatoMilanFutebol MundialItália

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG