Flamengo vota nesta quarta-feira contrato da Adidas

O acordo com a patrocinadora renderá ao time R$ 363 milhões em 10 anos de parceria

O Dia |

Reprodução
Suposta camisa do Flamengo com nome da patrocinadora circula na internet

O contrato oferecido pela Adidas ao Flamengo deve ser aprovado nesta quarta-feira, em votação no Conselho Deliberativo do clube, marcada para as 19h (horário de Brasília), na Gávea. Após análise minuciosa, a nova diretoria fez mudanças na proposta da empresa alemã. O acordo renderá ao Rubro-Negro R$ 363 milhões em 10 anos.

Deixe seu recado e comente com outros leitores

A diretoria que assume o poder em janeiro não pode se pronunciar sobre o contrato em respeito a uma cláusula de confidencialidade com a Olympikus, atual fornecedora de material. Mas a votação só foi convocada porque pontos que preocupavam os dirigentes rubro-negros foram modificados.

Leia mais:  Técnico Dorival Júnior continua no comando do Flamengo

O principal receio do vice de planejamento e marketing, Luiz Eduardo Baptista, era com o tempo do contrato. Para ele, o valor oferecido, que hoje impressiona, poderia ficar defasado com o passar dos anos. Bap queria criar janela de renegociação. Após conversas com representantes da Adidas, ficou acordado que, depois de cinco anos, a quantia será reajustada em no mínimo 10%. Houve mudanças ainda em relação a premiações por conquistas.

O Conselho Deliberativo tem cerca de 1.500 integrantes. Para a matéria ser votada, é preciso que haja quórum mínimo de 150 pessoas na primeira hora de reunião e, de 50, na segunda. A maioria simples - metade mais um - é suficiente para que o contrato seja aprovado.

O diretor-executivo do Flamengo, Paulo Pelaipe, o diretor de futebol, Zinho, e o técnico Dorival Júnior se reuniram nesta terça-feira. Na pauta, estavam o projeto do ano que vem e a permanência da dupla que esteve à frente do futebol rubro-negro até o fim do Brasileiro.

Nesta terça, o Datafolha divulgou dados detalhados de pesquisa que aponta a torcida do Flamengo como a maior do Brasil, com 16,27%, à frente do Corinthians, com 15,56%.

    Leia tudo sobre: flamengopatrocínioadidas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG