Corinthians tem interesse na vinda de Alexandre Pato, enquanto o Santos quer trazer Robinho de volta

O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, deverá chegar ao Brasil na próxima segunda-feira. O dirigente tem uma casa no Rio de Janeiro, onde costuma passar o período de fim de ano, e aproveitará para negociar com os clubes interessados em seus jogadores.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Adriano Galliani virá ao Brasil e alimenta expectativas de Corinthians e Santos
Getty Images
Adriano Galliani virá ao Brasil e alimenta expectativas de Corinthians e Santos

Um deles é o Corinthians. O campeão do mundo não esconde o plano de contratar o atacante Alexandre Pato desde o meio do ano. A tentativa inicial de empréstimo não foi aceita pelo Milan, mas agora o time paulista parece disposto a gastar uma boa quantia no atleta.

Leia mais: Santos não desiste de Robinho e aumenta proposta para o Milan

De acordo com a imprensa italiana, o clube do Parque São Jorge ofereceu 15 milhões de euros (cerca de R$ 41 milhões) por 50% dos direitos econômicos do atleta de 23 anos, que está interessado na negociação. No longo namoro, ele chegou a assistir à final da Copa Libertadores no Pacaembu.

Confira ainda:  TV italiana crava venda de Alexandre Pato ao Corinthians por R$ 42 milhões

O outro atleta do Milan sobre o qual Galliani conversará com clubes brasileiros é Robinho. O Santos e o Flamengo estão de olho no atacante de 28 anos, mas o pedido de quase 10 milhões de euros da agremiação milanesa (cerca de R$ 27 milhões) está um pouco longe do alcance.

O Peixe promete aumentar a oferta inicial, que era metade da exigência dos italianos. E o Flamengo - que já aproveitou a presença de Galliani para fechar a contratação de Ronaldinho, há dois anos - vê na possibilidade de acertar com o ex-santista uma grande oportunidade.

Aumenta a probabilidade de negócio a situação financeira do Milan, que não é das mais confortáveis. Os jornais italianos apontam que vender os atacantes brasileiros são a maneira possível de juntar a grana necessária para buscar o marfinense Didier Drogba na China.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.