Tite admite mudança na escalação do Corinthians na final de domingo

Preocupado com o 2º tempo ruim diante do Al Ahly, o treinador poderá mexer na equipe que encara o Chelsea na decisão do Mundial de Clubes

iG São Paulo |

Gazeta Press
O técnico Tite, ao lado do gerente Edu Gaspar e de demais corintianos, assiste à vitória do Chelsea

O Corinthians poderá ter uma formação diferente para enfrentar o Chelsea no domingo, em Yokohama, na final do Mundial de Clubes. Após ver a sua equipe sofrer para derrotar o egípcio Al Ahly por 1 a 0, o técnico Tite admitiu sacar um jogador de meio-campo para a entrada de mais um atacante rápido.

E mais:  David Luiz cita Celio Silva como ídolo, mas deixa coração corintiano na infância

"Há a possibilidade de a gente jogar com mais um atleta de velocidade. Não vou dizer quem. Mas podemos mexer na linha de três, deixando dois homens velozes ao invés de um", cogitou Tite, logo após assistir à vitória do britânico Chelsea pelo mexicano Monterrey, por 3 a 1, nesta quinta-feira.

Confira:  Sem temer os corintianos, técnico do Chelsea espera jogo diferente na final

Caso o treinador realmente opte pela mudança, o favorito a deixar o time titular do Corinthians é Douglas. Com Romarinho ou Jorge Henrique no lugar do meia - o argentino Martínez e o polivalente Edenílson também aparecem como opções -, a equipe ganharia velocidade para puxar contra-ataques e mais poder de marcação.

Confira fotos do Corinthians no Japão :

De qualquer forma, Tite tem até o fim de semana para tomar a sua decisão. "Vou me dar um tempo. Estou com o olhinho baixo de preciso descansar", sorriu o treinador, que manterá Emerson Sheik e Paolo Guerrero em seu ataque.A má atuação do Corinthians no segundo tempo do jogo contra o Al Ahly colabora com a iniciativa de Tite de alterar a formação. Após fazer uma boa primeira etapa e abrir o placar com gol de Guerrero, o time recuou e foi pressionado pelos egípcios.

Quem vence a decisão do Mundial de Clubes? Comente e opine

"Mas, quando colocamos o Jorge Henrique e o Romarinho, as coisas ficaram mais equilibradas", ponderou o treinador, citando os possíveis substitutos de Douglas diante do Chelsea. "O que aconteceu foi normal. Conversei com os atletas, e eles me disseram que, faltando 20 minutos, não queriam errar e acabar tomando bola nas costas. Foi circunstância da partida", minimizou Tite.

    Leia tudo sobre: TiteCorinthiansMundial de Clubes da Fifa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG