Em 2005, o São Paulo faturou o Mundial após placar apertado nas semis. Mesmo caso do Internacional, no ano de 2006

O Corinthians não teve vida fácil nesta quarta-feira, mas venceu o Al Ahly por 1 a 0 e garantiu vaga na final do Mundial de Clubes da Fifa. Mesmo com o desempenho abaixo da média, sofrer na semifinal é um bom sinal. Afinal, o retrospecto dos brasileiros campeões mundiais no atual formato da competição conta a favor da equipe de Tite.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

São Paulo e Internacional, em 2005 e 2006, respectivamente, tiveram dificuldades nas semifinais e venceram com placares apertados, porém ficaram com o título do Mundial.

Leia mais: Em seu Pacaembu oriental, Corinthians faz 1 a 0 e está na decisão do Mundial

Em 2005, o São Paulo derrotou o Al-Ittihad, da Arábia Saudita, por 3 a 2 nas semifinais. Chegou como azarão na final contra o Liverpool, mas venceu o time inglês pelo placar de 1 a 0, com gol do volante Mineiro, e conquistou a competição.

Já em 2006 foi a vez de o Internacional derrotar o mesmo Al Ahly, rival do Corinthians nesta quarta, por 2 a 1. A equipe comandada na época por Abel Braga surpreendeu o mundo na decisão ao vencer o time de estrelas do Barcelona por 1 a 0, gol de Adriano Gabiru.

Classificado para a final, o Corinthians agora aguarda o vencedor do duelo entre Chelsea e Monterrey, que entram em campo nesta quinta às 8h30 (horário de Brasília).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.