Chelsea está mais compacto sob comando de Benítez, diz Cahill

Zagueiro afirma que o time melhorou defensivamente após a chegada do treinador, que substituiu o italiano Roberto Di Matteo

Reuters |

Reuters

Reuters
Cahill, zagueiro do Chelsea

O Chelsea se tornou mais compacto defensivamente sob o comando do técnico Rafael Benítez, disse o zagueiro Gary Cahill nesta quarta-feira, véspera da semifinal do Mundial de Clubes no Japão.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O time inglês, que enfrenta o mexicano Monterrey em Yokohama em busca da final de domingo contra o Corinthians, levou quatro jogos para registrar sua primeira vitória com o espanhol no comando.

No entanto, nove gols nos dois últimos jogos deram ao Chelsea um impulso para o torneio que a equipe londrina está sob pressão para vencer, depois de uma eliminação embaraçosa na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Leia mais sobre futebol inglês no blog God Save the Ball

"Desde que (Benítez) chegou, nos fortalecemos como uma unidade defensivamente e como equipe", declarou Cahill a repórteres.

"Isso nos deu uma base para construir. Foi difícil no começo, porque estávamos jogando quase todos os dias. Agora os jogadores estão se adaptando, eles sabem o que é esperado deles e está funcionando bem."

Cahill disse que os jogadores do Chelsea perceberam a importância do Mundial de Clubes voando para o Japão, após a vitória por 3 x 1 no sábado contra o Sunderland.

"Nós viemos de tão longe e queremos ganhar. Nossos jogadores brasileiros disseram que é absolutamente grande para eles e vimos a despedida (do Corinthians) no aeroporto."

Cerca de 15.000 corintianos foram ao aeroporto de São Paulo para se despedir do time campeão da Libertadores, agitando bandeiras e soltando fogos no saguão do aeroporto.

Sonho para brasileiros
O Chelsea tem em seu elenco os brasileiros David Luiz, Ramires e Oscar, e o técnico Benítez repetiu as declarações de Cahill sobre o quanto o Mundial de Clubes significa para eles.

"Eles disseram que é um sonho para eles jogar o torneio", afirmou Benítez, que ganhou a competição com a Inter de Milão em 2010 e foi vice-campeão com o Liverpool em 2005.

"Vou usar a melhor equipe possível, você não pode deixá-la para a final. Você tem que ganhar a sua semifinal", disse o espanhol, que substituiu o demitido Roberto Di Matteo no mês passado.

Enquanto o capitão John Terry permaneceu em Londres para tratamento de uma lesão no joelho, Frank Lampard deve jogar, depois de superar um problema na panturrilha.

"Frank Lampard estará disponível", confirmou Benítez, consciente de que qualquer deslize no Japão pode levar o proprietário do Chelsea, Roman Abramovich, a contratar um novo treinador.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG