Invasão corintiana no Japão inspira Al Ahly, acostumado a portões fechados

Time egípcio não tem campeonato local desde fevereiro e foi campeão africano sem torcida

Bruno Winckler , enviado iG a Nagoya |

Bruno Winckler / iG
Torcida corintiana lotou arquibancadas até do treino no Japão

Os jogadores do Al Ahly estão ansioso para jogar para uma multidão de corintianos. Ainda que torcendo contra eles. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, véspera da partida contra o Corinthians em Toyota, o técnico Houssam El Badry, disse que será um prazer jogar para os mais de 20 mil torcedores brasileiros aguardados. Prazer justificado pela triste rotina da equipe em 2012.

Mexicano apelidado “Pequeno Drácula” apita estreia do Corinthians no Mundial

O Al Ahly foi um dos envolvidos no "Massacre de Port Said", em fevereiro, quando 74 torcedores do time morreram em combate com o exército egipcio durante partida contra o Al Masry. O Al Ahly, time com mais de 26 milhões de torcedores no país, teve seus "Ultras", ala mais violenta de sua torcida, atuando na linha de frente da revolução para a derrubada de Hosni Mubarak. Torcedores do Zamalek, rival do Al Ahly no Cairo, também atuaram na "Primavera Árabe", como ficou chamada a onda de revolta de povos árabes contra ditadores do norte da África e no Oriente Médio.

Por conta da tragédia, o campeonato egípcio foi suspenso e não tem data para recomeçar. E na liga dos campeões da África, o Al Ahly foi obrigado a jogar de portões fechados em Alexandria, a 225 quilômetros do Cairo.

"Vínhamos jogando sem a presença da torcida e temos oportunidade de jogar, mostrar o nosso futebol para outras pessoas. É uma grande motivação para todos da equipe. gostaria que prestassem atenção no desempenho do time perante o publico", disse El Badry, quando perguntado se jogar com torcida contra poderia atrapalhar sua equipe.

Corinthians e Al Ahly se enfrentam às 8h30 (19h30 em Toyota). O vencedor fará a final contra quem passar de Chelsea e Monterrey, qua jogam no mesmo horário na quinta-feira em Yokohama.

    Leia tudo sobre: corinthiansal ahlymundial de clubes da fifa

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG