Presidente do Flu tenta empréstimo para quitar salários atrasados

Penhora do prêmio do Brasileiro pela Justiça acabou fazendo com que o clube atrasasse o salário de funcionários e parte dos jogadores

O Dia |

O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, tem reunião prevista para esta segunda-feira, no Rio de Janeiro. A intenção é conseguir empréstimo para quitar pelo menos parte dos salários de jogadores e funcionários. Siemsen vai se encontrar com investidores.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Gazeta Press
Intenção de Siemsen (f) é buscar empréstimo para quitar dívidas salariais

A diretoria enfrenta problemas na Justiça, em razão da penhora de parte do prêmio do título brasileiro. Do total de R$ 9milhões correspondentes ao Brasileirão, R$ 3 milhões haviam sido penhorados pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Quando o título foi confirmado, o dinheiro ficou preso na 9ª Vara Federal de Execução Fiscal do Rio. A dívida diz respeito à gestão de Roberto Horcades - 2007 a 2010.

Curiosamente, os jogadores que recebem maior salário estão em dia. São eles os que têm vínculo direto com a Unimed, patrocinadora do clube. Assim, o atraso salarial recai apenas para os atletas novos, oriundos das divisões de base, além dos funcionários. A reunião de Siemsen visa a dar um fim a essa situação constrangedora.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG