Segundo Omar Selaimen, dirigente do clube gaúcho, a pedida salarial do goleiro de 39 anos foi alta demais

Dida: goleiro foi descartado pelo Grêmio
Divulgação
Dida: goleiro foi descartado pelo Grêmio

Apesar do discurso pessimista da Portuguesa, que colocou Dida como possível reforço do Grêmio para 2013, a equipe gaúcha descartou o goleiro de 39 anos e manteve indefinido seu futuro no futebol brasileiro. Segundo Omar Selaimen, dirigente gremista, a pedida salarial foi alta demais e fugiu do orçamento da nova diretoria encabeçada por Fábio Koff, prestes a assumir o cargo de forma efetiva.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Negociamos com o Dida, mas foge do orçamento do Grêmio. Está descartada a contratação", confirmou Selaimen, em nome da nova diretoria. Com o experiente goleiro descartado, o clube gaúcho passa a focar em outros nomes para atuarem na recém-inaugurada Arena Grêmio e fazer concorrência com Marcelo Grohe.

Um dos goleiros que a nova diretoria diz ser ‘interessante’ é Gomes, atualmente no Tottenham, da Inglaterra, e que também negocia com o Vitória e com o Palmeiras. A intenção do técnico Vanderlei Luxemburgo é contar com mais uma opção para o setor em função da longa temporada, que envolverá o retorno do Grêmio à Libertadores de 2013.

Enquanto isso, para a Portuguesa, a situação segue em compasso de espera. Candinho, gerente de futebol do clube, não acredita na permanência de Dida e faz questão de elogiar o goleiro Gledson, que chegou do Boa Esporte na última temporada e teve apenas uma oportunidade como titular, quando Dida estava suspenso. Para 2013, o clube paulistano não estuda a contratação de um novo goleiro, descartando inclusive o português Ricardo, do Moreirense.

*Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.