Técnico do time inglês disse que nunca é ruim disputar um troféu e já projeta o Corinthians na decisão

Preocupadas com a má fase do time do Chelsea, que foi eliminado precocemente da Liga dos Campeões da Europa na última semana e está a sete pontos de distância do Manchester United, líder do Campeonato Inglês, boa parte da imprensa inglesa e da torcida dos Blues não levam o Mundial de Clubes a sério. No entanto, para a comissão técnica, a competição é importante.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Benítez disse que Chelsea sai atrás dos rivais por chegar no Mundial em cima da hora
Getty Images
Benítez disse que Chelsea sai atrás dos rivais por chegar no Mundial em cima da hora

"Talvez na Europa as pessoas não consideram o Mundial importante. Mas fale com brasileiros ou mexicanos e você verá como eles o encaram. Para eles, é uma oportunidade de mostrar o nível aonde estão contra um grande time da europeu", analisou o técnico Rafael Benítez. "Você nunca pode falar que disputar um troféu é ruim. Queremos ganhar", assegurou.

Leia mais: Sob neve, Al Ahly supera Sanfrecce e é o rival do Corinthians nas semifinais

O treinador dos Blues afirmou que a equipe largou atrás das demais, que estão se adaptando ao Japão, local do torneio, há mais tempo. "As outras equipes já estão se adaptando ao Japão há algum tempo e isto torna as coisas mais difíceis para nós", lamentou o comandante. Benítez também falou sobre os adversários que os seus comandados podem enfrentar no Mundial. Segundo o espanhol, que já projeta o Corinthians na decisão, a semifinal contra o Monterrey, do México, também será difícil. "Nós não podemos olhar para o Corinthians ainda. Temos que passar pela nossa semifinal, que há dois anos atrás surpreendeu", finalizou o técnico do Chelsea.

Veja ainda: Com equipe definida para a estreia, Corinthians vai a Toyota ver futuro rival

E a surpresa citada por Rafael Benítez, que participa do seu terceiro Mundial, após o vice-campeonato com o Liverpool, em 2005, e o título com a Internazionale, cinco anos depois, foi a surpreendente eliminação do Internacional para o Mazembe, do Congo, nas semis de 2010. Na ocasião, o time colorado foi derrotado por 2 a 0.

* Com Gazeta

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.