Sob o comando de Felipão, Ronaldinho foi um dos destaques da campanha do pentacampeonato conquistado no Japão

Ronaldinho abraça Felipão
Futura Press
Ronaldinho abraça Felipão

Pentacampeão mundial ao lado do técnico Luiz Felipe Scolari em 2002, o meia Ronaldinho Gaúcho sonha com a possibilidade de retornar à seleção. O astro do Atlético-MG, um dos convidados da nona edição do Troféu Mesa Redonda, lembrou o trabalho bem sucedido ao lado do sucessor de Mano Menezes no Brasil.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Se precisar de mim, estou à disposição. É um treinador com o qual tive a felicidade de trabalhar e ser vencedor. Não só com o Felipão, mas também com o Parreira", declarou o jogador ao chegar ao prédio da Fundação Cásper Líbero para participar da gravação da premiação aos melhores do Campeonato Brasileiro, na noite desta terça-feira.

Então com apenas 22 anos, Ronaldinho foi um dos destaques da campanha do pentacampeonato conquistado no Japão. Sob o comando de Carlos Alberto Parreira, atual coordenador da Seleção, o jogador ainda ganhou a Copa das Confederações em 2005, mas fracassou no Mundial de 2006 e, desde então, caiu de rendimento.

Leia mais:  Fred festeja adesão de Felipão ao esquema tático com centroavante

Após uma passagem conturbada pelo Flamengo, o meia de 32 anos acertou com o Atlético-MG durante a disputa do último Campeonato Brasileiro e foi peça fundamental para o técnico Cuca na campanha que rendeu o vice-campeonato nacional ao time de Belo Horizonte.

Sucessor de Dunga após a queda na Copa do Mundo de 2010, Mano Menezes, indicado por Ricardo Teixeira, foi demitido por José Maria Marin. Atual presidente da CBF, o ex-político vê com bons olhos a volta de jogadores experientes à Seleção, o que aumenta as chances de Ronaldinho.

Veja também:  Promovido por Felipão, Cavalieri não se vê em vantagem na seleção

Para retornar à equipe nacional na temporada da Copa das Confederações, é essencial manter o alto nível no Atlético-MGo, diz o meia. "Quero continuar fazendo o meu melhor no Atlético e, se precisarem de mim (na Seleção), estou à disposição", repetiu.

De contrato renovado com o Atlético-MG, o jogador também comemorou a presença entre os melhores do Campeonato Brasileiro. "Levar o nome do Atlético ao top do futebol em tão pouco tempo para mim é motivo de muita alegria", declarou o jogador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.