Titulares do setor esquerdo do Corinthians já foram campeões mundiais no país oriental, onde jogaram no Kashima Antlers

Fábio Santos e Danilo tiveram muitas alegrias no Japão antes de chegarem ao Corinthians
Agência Corinthians
Fábio Santos e Danilo tiveram muitas alegrias no Japão antes de chegarem ao Corinthians

Apenas dois dos 23 corintianos inscritos para a disputa do Mundial de Clubes no Japão já ostentam este título no currículo. Pelo rival São Paulo, em 2005, Fábio Santos e Danilo tiveram papéis distintos, mas saborearam essa conquista. O meia foi titular daquele time. O lateral era reserva. Hoje ambos são protagonistas e sonham em voltar a sentir o gosto de um título tão marcante.

Gostou das concidências entre Fábio Santos e Danilo? Deixe seu comentário

“Quando falam comigo sobre títulos sempre lembram de 2005. Agora posso ter mais um para lembrarem”, disse Danilo. Acanhado, o meia não gosta de falar sobre a importância que tem para as equipes, mas sabe que elas são gratas por sua ajuda. No São Paulo, foi peça fundamental nas conquistas da Libertadores e do Mundial. No Corinthians metade do caminho foi percorrido.

Tanto Danilo como Fábio têm laços maiores com o Japão. Ambos jogaram por lá, mas Danilo teve mais tempo para deixar sua marca. Foram três anos e três títulos pelo Kashima Antlers depois de sua saída do São Paulo. Voltou ao Brasil para jogar no Corinthians e agora volta ao Japão para outro Mundial.

“Parece que tive alguma coisa de japonês em outra vida, sei lá (risos). É um lugar que gosto muito. Fui muito feliz lá e espero voltar mais uma vez feliz de lá”, disse o meia, que chegou ao Kashima em 2007, um ano depois de Fábio Santos ter passado pelo clube por empréstimo. O lateral tinha 20 anos.

Leia ainda: Corinthians lança campanha para conquistar fãs pelo mundo

“Eu era muito muito novo, mas foi incrível. Sempre joguei na minha cidade. Morando com meus pais, era tudo mais fácil. Logo cedo, ter de mudar tudo, ganhar outras responsabilidades, viver sozinho, num futebol diferente, foi algo incrível” disse Fábio Santos ao site da Fifa.

“Foi muito positivo. Até gostaria de ter continuado lá, mas voltei por força de contrato. Com certeza, até o final da minha carreira, espero voltar a jogar no Japão”, completou Ele acertou com o Cruzeiro no ano seguinte, passou pelo Santos, fez duas boas temporadas no Grêmio, e desde o início de 2011 está no Corinthians.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.