Santos inicia planejamento para 2013, e David Braz e Gerson Magrão devem sair

Além de David Braz e Gérson Magrão, o jovem atacante Tiago Alves foi emprestado ao América-MG

Gazeta |

Com o término do Campeonato Brasileiro, o Santos deu início ao processo de formatação do elenco para a próxima temporada. Se por um lado o Peixe já contratou o zagueiro Neto, ex-Guarani, e está próximo de anunciar o volante Renê Júnior, da Ponte Preta, e o atacante Willian José, do São Paulo, por outro jogadores devem deixar o elenco, visando 2013. O zagueiro David Braz e o lateral-esquerdo Gérson Magrão são dois destes casos.

O primeiro, contratado em maio junto ao Flamengo, em troca que levou o volante Ibson de volta para a Gávea e trouxe o lateral-direito Rafael Galhardo, além de Braz, para a Vila Belmiro, não conseguiu conquistar o seu espaço no time santista. Com poucas oportunidades, o defensor, cujo contrato é válido até 2015, deve ser liberado para ser emprestado a outra equipe, no ano que vem.

Rafael Neddermeyer/Agência O Dia
Gérson Magrão não vingou no Santos

Já Magrão, que chegou no começo desta temporada, cedido pelo Primavera de Indaiatuba-SP, depois de um imbróglio jurídico com o Dinamo de Kiev (Ucrânia), tem vínculo até o fim de 2013, mas também não convenceu o técnico Muricy Ramalho durante o ano e pode ser liberado pela direção santista, para se transferir.

Além de David Braz e Gérson Magrão, o jovem atacante Tiago Alves foi emprestado ao América-MG. Fora os três citados anteriormente, o lateral Crystian, o zagueiro Rafael Caldeira, o volante Alan Santos e o atacante Dimba devem ser cedidos ao Botafogo-SP, para a disputa do Campeonato Paulista da Série A-1, no próximo ano. Vale lembrar que Caldeira estava no Bragantino, enquanto Dimba jogou o Brasileirão da Série A pelo Náutico.

O meia João Pedro e o atacante Bill, pouco aproveitados durante o segundo semestre pela comissão técnica, também são nomes cogitados para seguirem novos caminhos no ano que vem.

Indagado sobre uma possível lista de dispensas no Alvinegro Praiano, o técnico Muricy Ramalho evitou utilizar esse termo. O treinador preferiu apontar o período como um processo natural de reconstrução da equipe para 2013. "Não acho legal ver na TV essa coisa de lista para cá, lista para lá. É ‘bonito’ para você mostrar ao torcedores) que está trabalhando, mas isso não existe aqui. Você falar em lista de dispensa é uma falta de respeito com o jogador. Você desvaloriza o atleta e pode prejudicar uma carreira por causa disso", afirmou Muricy.

Dentre os nomes que devem deixar a Vila, o ala-esquerdo Juan, cedido até o fim do ano pelo São Paulo, não faz parte dos planos do Santos e seu contrato não será renovado. O mesmo se aplica ao lateral uruguaio Fucile, do Porto (Portugal), e ao meia-atacante Bernardo, do Vasco, que conviveram com lesões durante o ano e tiveram poucas chances de mostrar serviço no Peixe.

Por outro lado, os santistas têm interesse em assinar um novo acordo com Bruno Rodrigo, mas as negociações com o zagueiro estão complicadas. O empresário do jogador, Bruno Paiva, tem sondagens do futebol europeu e Bruno Rodrigo dificilmente permanecerá no clube para a próxima temporada.

    Leia tudo sobre: SantosMuricy RamalhoGérson MagrãoDavid Braz

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG