Considerado "hors concours”, o atacante do Santos não participou da disputa regular e deixou Ronaldinho Gaúcho com o prêmio de melhor jogador do Campeonato Brasileiro

O atacante Neymar, mais uma vez, foi a grande estrela da Bola de Prata, eleição realizada pela Revista Placar e pela ESPN Brasil para premiar os melhores jogadores de cada posição do Campeonato Brasileiro. Após conquistar a Bola de Prata, Chuteira de Ouro e Bola de Ouro em 2011, o jogador do Santos igualou Pelé e foi considerado "hors concours”.

Neymar merece o prêmio? Deixe o seu recado e comente com outros torcedores

Por causa do prêmio máximo, Neymar não participou da premiação regular. Sem o craque na disputa, Ronaldinho Gaúcho, do Atlético-MG, foi eleito o melhor jogador do Campeonato Brasileiro e ficou com a Bola de Ouro.

“A diferença das médias do Neymar em relação aos outros jogadores é muito grande. Ele estava estragando a brincadeira. Neste caso, não tinha o que fazer. Ele merecia um prêmio especial”, disse Sérgio Xavier, diretor de redação da Revista Placar.

Apesar da justificativa, vale lembrar que os jogadores do Santos foram considerados "hors concours” em momentos distintos da carreira. O Rei do Futebol recebeu a honraria quando já tinha três títulos da Copa do Mundo no currículo.

Assista a todos os gols da última rodada do Brasileirão. Veja vídeo

A eleição da Bola de Prata 2012 ficou assim: Goleiro : Diego Cavalieri (Fluminense); Lateral-direito : Marcos Rocha (Atlético-MG) ; Zagueiros : Réver (Atlético-MG) e Leonardo Silva (Atlético-MG) ; Lateral-esquerdo : Carlinhos (Fluminense) ; Volantes : Ralf (Corinthians) e Paulinho (Corinthians) ; Meias : Zé Roberto (Grêmio) e Ronaldinho Gaúcho (Atlético-MG) ; Atacantes : Lucas (São Paulo) e Fred (Fluminense) ; Revelação : Bernard (Atlético-MG), Artilheiro do Brasileirão : Fred (Fluminense); Chuteira de Ouro : Neymar (Santos); Bola de Ouro : Ronaldinho (Atlético-MG).

Premiação:

A cerimônia da Bola de Prata, realizada pela Revista Placar e pela ESPN Brasil para eleger os melhores jogadores de cada posição do Campeonato Brasileiro, começou com a entrega do prêmio de melhor goleiro. Camisa 12 do Fluminense, Diego Cavalieri recebeu o troféu das mãos do ex-goleiro Raul Plassmann.

“Estou muito feliz de estar aqui recebendo o prêmio. Eu procuro fazer bem o meu trabalho e manter a tradição do Fluminense de ter grandes goleiros”, disse Cavalieri.

Na sequência, Dario Pereira, ex-jogador do São Paulo, entregou os troféus de melhores zagueiros para Réver e Leonardo Silva, ambos do Atlético-MG. “Além de marcarem muito bem, eles também fazem muitos gols de cabeça”, destacou Dario Pereira.

Vice-campeão Brasileiro, o Atlético-MG também emplacou Marcos Rocha como melhor lateral direito. Na esquerda, Carlinhos, do Fluminense, ficou com o prêmio. O maestro João Carlos Martins foi o encarregado de entregar esses troféus.

Paulinho e Ralf foram eleitos os melhores volantes
Gazeta Press
Paulinho e Ralf foram eleitos os melhores volantes

Decisivos na conquista da Copa Libertadores deste ano, Paulinho e Ralf também foram eleitos os melhores volantes do Campeonato Brasileiro. Os jogadores do Corinthians receberam seus respectivos troféus das mãos do ex-volante Emerson, que defendeu o Grêmio e a seleção brasileira.

Considerado um dos melhores jogadores da história do futebol brasileiro, Rivelino premiou os melhores armadores do campeonato de pontos corridos. Ronaldinho Gaúcho, do Atlético-MG, e Zé Roberto, do Grêmio, foram os eleitos. “Estou muito feliz por tudo que aconteceu nesta temporada. É difícil um atleta com a minha idade (38 anos) manter essa regularidade. Isso é muito gratificante”, disse o jogador gremista.

Completando a seleção do campeonato, Lucas, do São Paulo, e Fred, do Fluminense, foram eleitos os melhores atacantes. Ex-jogador do Santos, Pepe foi o encarregado pela premiação. “São duas feras. Pela categoria, o Fred me faz lembrar o Careca. Também desejo muita sorte ao Lucas, tenho certeza que ele vai brilhar no futebol europeu”, disse o jogador que marcou época com Pelé.

Após a definição da seleção do Brasileirão, Fred recebeu de Serginho Chulapa o troféu de artilheiro da competição. Pouco depois, Washington, artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2004, entregou a Chuteira de Ouro para Neymar.

Fechando a cerimônia, Ronaldinho Gaúcho recebeu o prêmio máximo da eleição organizada pela Revista Placar e Espn Brasil. O camisa 49 do Atlético-MG foi eleito o melhor jogador do futebol brasileiro e recebeu o troféu Bola de Ouro.

“A alegria é total. Dar essa volta por cima está sendo maravilhoso. Esse prêmio vai para a torcida do Atlético-MG. Abri mão de muita coisa para terminar o ano desta forma. Estou muito feliz”, discursou o jogador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.