Luxemburgo lamenta expulsão: “meu pior dia aqui no Grêmio”

Treinador do Grêmio se disse frustrado com o empate, mas insistiu no fato de ter sido injustamente expulso

Gazeta | - Atualizada às

O fato de não ter conseguido vencer o último Gre-Nal da história do Olímpico e de ter perdido a vaga direta para a fase de grupos da Libertadores não foi o que deixou o técnico Vanderlei Luxemburgo mais chateado neste domingo. O que desanimou o treinador gremista foi o fato de ter sido expulso pelo árbitro Heber Roberto Lopes por ter invadido o campo, pedindo calma a seus jogadores.

O que você achou da expulsão de Luxemburgo? Opine com outros torcedores

“Futebol também é bom senso. Tínhamos quase 50 mil pessoas aqui e um princípio de confusão. Só entrei para tirar o Anderson Pico da briga. Vou para casa triste, mas não porque perdemos a vaga direta para a Libertadores, mas porque fui expulso sem fazer bobagem, só tentei ajudar. Talvez hoje tenha sido meu pior dia aqui no Grêmio”, afirmou Luxa.

O treinador do Grêmio se disse frustrado com o empate, mas insistiu no fato de ter sido injustamente expulso: “tínhamos tudo para ganhar hoje, e se eu estivesse na beira do campo poderia ajudar mais. A prova de que os nervos estavam aflorados é que ele acabou o jogo aos 46, quando anunciou cinco minutos de acréscimos”, reclamou Luxemburgo.

Veja também:  Goleiros de Grêmio e Inter trocam provocações após o Gre-Nal

O técnico explicou a opção por três volantes no começo do clássico: “joguei com as fichas que eu tinha. Começamos mais fechados, e eu tinha que ter cartuchos para jogar o time para a frente depois. Não faltou jogar bola no segundo, mas deixamos escapar uma classificação direta, o que foi ruim. Mas alcançamos a Libertadores, que era o nosso objetivo”, concluiu.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG