Técnico admitiu sorte no sorteio da Copa das Confederações e espera decidir segunda vaga contra único rival ainda indefinido

Tabárez gostou do grupo uruguaio
Getty Images
Tabárez gostou do grupo uruguaio

Enquanto Luiz Felipe Scolari teve atendido seu desejo de enfrentar adversários fortes, ao ver o Brasil cair no "grupo da morte" da Copa das Confederações , o uruguaio Oscar Tabárez também não teve do que reclamar, mas justamente pelo motivo oposto. No grupo B ao lado de Espanha, Taiti e o representante da África, o treinador admitiu ter dado sorte.

Sorteio põe Brasil em grupo difícil com México, Itália e estreia contra o Japão

"A nossa partida decisiva vai ser a segunda contra o representante africano. Essa partida vai ser decisiva para a nossa expectativa de chegar à segunda fase. Depois enfrentaremos o Taiti, que tem pouca tradição, mas é uma equipe que não conhecemos, vamos conhecer na hora da partida", explicou.

Assim, o treinador deixou clara sua expectativa de garantir a vaga com vitórias sobre os representantes da Oceania e contra os futuros campeões africanos, que completarão a chave. Na estreia, contra a Espanha, a expectativa, claro, é de fazer um bom jogo, mas o otimismo por uma vitória não é tão grande contra os atuais campeões europeus e mundiais.

Leia também:  Bajulada por Blatter, presidenta Dilma cutuca Marin no sorteio

"O mais difícil é começar contra a Espanha, mas é um orgulho e uma grande motivação ter a oportunidade de jogar esta partida. Se conseguirmos fazer um bom jogo já estaremos satisfeitos", disse.

E mais:  Cafu apresenta a bola da Copa das Confederações e brinca com o nome

Do lado da Espanha, Vicente del Bosque vê seu time ser apontado por todos como principal favorito ao título e não foge desse status. "Nosso time tem maior responsabilidade por causa dos últimos sucessos. Vamos nos preparar o melhor possível, sabendo que o Uruguai foi campeão da América, os times africanos sempre tem um jogo perigoso e o Taiti é o mais desconhecido, mas o enfrentaremos com o maior respeito".

Del Bosque ainda comentou a atual fase da seleção brasileira: "todos dizem que o Brasil está em má fase, mas é o atual campeão desta competição. Primeiro precisamos nos classificar em nossa chave e depois buscar o título contra qualquer adversáriod", disse.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.