Felipão valoriza, mas não considera título em 2013 fundamental

Treinador minimiza risco de derrota na Copa das Confederações e lembra que outros campeões do torneio não venceram o Mundial

Levi Guimarães e Marcelo Laguna - iG São Paulo |

Getty Images
Luiz Felipe Scolari ouve pergunta durante a entrevista coletiva após o sorteio da Copa das Confederações

Embora o sorteio da Copa das Confederações tenha reservado para o Brasil os piores
adversários da competição, o técnico Luiz Felipe Scolari não está preocupado com um
possível insucesso de sua equipe no torneio do ano que vem, entre 15 e 30 de junho.
Ele não acha que sair sem o título possa aumentar o descrédito da equipe para a Copa
do Mundo , que será realizada um ano depois.

Gostou do grupo do Brasil na Copa das Confederações? Opine

"Não acho que uma derrota em 2013 nos deixará chegar ao Mundial desacreditados.
Vamos trabalhar de forma firme para aumentar o apoio popular para a seleção e isso
passa necessariamente por um bom desempenho em casa. Porém, uma derrota não
nos deixará em pior condição para a Copa", afirmou Felipão.

Veja também: Sorteio põe Brasil em grupo difícil com México, Itália e estreia contra o Japão

O treinador brasileiro inclusive lembrou uma situação inusitada que ocorre com todas
as seleções que vencem a Copa das Confederações. Desde que a competição foi
criada,em 1997, nenhuma das seleções que foi vencedora do torneio conseguiu
vencer a Copa do Mundo no ano seguinte.

Leia também: Sorteio atende a pedido de Felipão por rivais fortes

"De que adianta ganhar a Copa das Confederações e perder o Mundial no ano
seguinte?", perguntou Felipão, referindo-se à própria seleção brasileira, campeã em
2005 (Alemanha) e 2009 (África do Sul), mas que fracassou na sequência, nas
respectivas Copas do Mundo.

Veja ainda: De la Torre diz que México não vem ao Brasil apenas para passear

Mesmo com o discurso pronto para tirar um peso excessivo das costas de sua equipe
num caso de fracasso, Felipão não deixa por menos e vislumbra uma conquista brasileira da Copa das Confederações pela quarta vez. "Se estamos atuando em casa, é certo que
vamos jogar com o único objetivo de levar o titulo, afirmou.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG