Pleito não contou com a presença do presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro, que irá se afastar por 60 dias, por problemas de saúde

A reunião do Conselho Deliberativo do Santos, na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, foi agitada. Sob a análise dos conselheiros estavam o balanço de 2012 e o planejamento orçamentário para 2013. Sem a presença do presidente, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro - que irá se afastar durante 60 dias, por problemas de saúde, a partir da próxima sexta -, do vice Odílio Rodrigues, e dos membros do comitê gestor, apenas o superintendente administrativo, Henrique Schlithler, esteve presente a sessão.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Luis Alvaro de Oliveira não participou da reunião do Conselho Deliberativo do Santos
Francisco De Laurentiis
Luis Alvaro de Oliveira não participou da reunião do Conselho Deliberativo do Santos

A reunião foi tensa e durou quase quatro horas, com conselheiros divergindo fortemente sobre os temas levantados. Alguns até mesmo ficaram exaltados, fazendo várias contestações pontuais, e deixando o clima da reunião ainda mais quente.

Leia mais: Neymar posta vídeo para agradecer indicação ao gol mais bonito do ano

Porém, ao término da sessão, foi divulgado no parecer final que o Peixe teria apresentado déficit ao final da atual temporada, caso não tivesse negociado o meia Paulo Henrique Ganso, em transferência polêmica para o São Paulo (R$ 23,9 milhões), além de ter recebido luvas (cerca de R$ 36 milhões) da TV Globo, empresa que detém os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro.

Vale ressaltar, entretanto, que por conta do dinheiro extra, os santistas arrecadaram R$ 178 milhões, ou seja, R$ 38 milhões a mais do que era esperado inicialmente. Com isso, a quantia será destinada a cobrir o pagamento de outras áreas do clube praiano, bem como parte dela já serviu para quitar dívidas pendentes.

Entretanto, o restante arrecadado, valor na ordem de R$ 20 milhões, está disponível e, segundo o superintendente administrativo alvinegro, poderá ser utilizado pela diretoria na contratação de reforços para 2013.

No próximo ano, o Santos deve ter ainda mais problemas na área financeira. Sem disputar a Copa Libertadores da América no primeiro semestre, o Peixe deixará de arrecadar valores importantes para o seu fluxo de caixa. Além disso, com a amortização de algumas dívidas, uma delas envolvendo uma ação na justiça impetrada pelo ex-presidente Marcelo Teixeira - na venda de Ganso, por exemplo, o antigo mandatário teve direito a receber R$ 1,2 milhão, referentes a 5% da transação -, parte do orçamento já está destinada para cumprir esses acordos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.