René Simões prega cautela em negociação com Avaí: "Vamos ter calma"

Ele deixou o cargo de Diretor Técnico do São Paulo no início deste mês, alegando motivos pessoais

Gazeta |

Cotado para assumir o comando técnico do Avaí, René Simões prega postura cautelosa para o acerto com o clube catarinense. Em entrevista ao jornal Diário Catarinense , publicada nesta sexta-feira, o treinador não descartou assumir a equipe, mas destacou que precisa resolver outros projetos que estavam em andamento.

Gazeta Press
Renê Simões pode acertar com o Avaí

"Foi uma conversa muito interessante (com o presidente João Nilson Zunino), mas vamos ter calma para definir as coisas. Graças a Deus eu não preciso mais de emprego, o que eu preciso é de trabalho, e o trabalho no futebol é o que me faz feliz no dia a dia. Eu tenho alguns negócios no Rio de Janeiro, uma situação financeira boa, mas trabalhar com futebol é o que eu gosto e sei fazer de melhor", disse.

Simões deixou o cargo de Diretor Técnico do São Paulo no início deste mês, alegando motivos pessoais. Desde então, foi cogitado para assumir vaga na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas com as mudanças realizadas na entidade, ficou com situação indefinida.

"Eu expliquei ao presidente Zunino que já vinha negociando com o Andrés Sanchez, da CBF, para tratar de uma possibilidade de assumir a base da Seleção no lugar do Ney Franco. Como o Andrés deixou o cargo, ainda não sei como vai ficar essa situação. Eu também havia conversado com o Roberto Dinamite, presidente do Vasco, mas não há nada definido. E agora tivemos essa conversa com o Zunino, que foi excelente. Vamos ver o que pode acontecer", encerrou.

    Leia tudo sobre: avaírené simõessérie b 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG